Geral

Mais de 400 ambulantes dão início à montagem das barracas no Corso 2019

Equipes de fiscais da SDU Leste acompanham a instalação das barracas
Fonte: PMT | Editor: Redação 22/02/2019 09:03
Avenida Raul Lopes Avenida Raul LopesFoto: Reprodução

Os 420 barraqueiros cadastrados pela Gerência de Controle e Fiscalização da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) já iniciaram a instalação das barracas para o Corso 2019. A instalação das barrracas na Avenida Raul Lopes, onde ocorrerá, amanhã (23), uma das maiores prévias carnavalescas, está sendo acompanhada por equipes de fiscais da SDU.


No ato da inscrição, os interessados comparecem à SDU Leste munidos de documento original com foto (RG), CPF e comprovante de residência para a efetivação do cadastro que aconteceu de forma rápida e eficiente. Não houve pagamento de nenhuma taxa. “A Prefeitura teve, como em todos os anos, o intuito de regularizar as barracas para que fiquem em lugares apropriados, sem prejudicar o meio ambiente e proporcionar espaços mais amplos para a passagem das pessoas”, explicou Lupércio Medeiros.


Os ambulantes cadastrados seguiram recomendações da Prefeitura para promover a comercialização de bebidas e comidas ao longo do evento, tais como: a não permissão da comercialização de bebidas em vidro; cada barraqueiro será responsável pela limpeza de sua área ocupada; apresentar ótimas condições de higiene e manuseio do alimento; atender os foliões de maneira higiênica e cordial, dentre outras. A Prefeitura não disponibilizará pontos de energia e cada barraqueiro será responsável por sua instalação.


O chefe de divisão da Gerência, Alberto Pádua, explica ainda que as barracas atendem os mesmos critérios estabelecidos todos os anos, correspondendo às dimensões de 3mx2m, previamente delimitadas no espaço onde acontecerá a festa.


Em seu quarto ano consecutivo, a comerciante Rosângela Mendes explica que sempre leva a família para auxiliar na venda das comidas, como arrumadinho, cachorro-quente e bebidas em geral. “Estamos animados para mais um ano. Nossa expectativa é que esse ano a gente possa lucrar mais que nos anos anteriores, pois é com esse faturamento que garantimos o sustento da família nessa época do ano”, disse.


Preservação ambiental

A Prefeitura de Teresina também tem se mostrado bastante preocupada com o meio ambiente durante o evento. “A Raul Lopes possui hoje um dos maiores parques ambientais da cidade, que é o Parque Raul Lopes, ao lado do Rio Poti. Por isso, é proibido o uso pelos ambulantes nessa área considerada de preservação ambiental, exceto pelos foliões”, explicou o superintendente da SDU Leste, João Pádua. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (86) 3215-7874.


Comentários