Política

Limma apoia o Plano Estadual de Agroecologia

Deputado participou de plenária do setor agropecuário e assinou um documento assumindo compromisso com às 10 propostas apresentada pelos técnicos
Fonte: Redação Piauí Hoje 21/09/2018 15:04
Líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT) Líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT)Foto: Assessoria

Promover ações de garantia à segurança alimentar, gerar renda e para fortalecer a agricultura familiar. Essas foram as principais propostas de um grupo de lideranças políticas e técnicos que cuidam de programas e projetos dirigidos aos produtores rurais e ao fortalecimento da produção de alimentos saudáveis no campo e nas cidades. Eles se reuniram no numa plenária, no início da noite de quarta-feira (19), no Centro Social Guadalupe, no bairro Marques, zona Norte de Teresina.

O grupo fez uma explanação sobre como foram criados e estão funcionando os principais programas governamentais e de entidades não governamentais no Piauí. Também mostrou estratégias e projetos para fortalecer o apoio aos trabalhadores e trabalhadoras, principalmente os do campo.

Durante a exposição das lideranças e técnicos da área da agricultura em um ponto eles foram unânimes nas queixas sobre cortes de investimentos nesses programas nos últimos dois anos, na chamada “Era Temer”. Eles garantiram que ocorreu redução de investimentos em todos os programas destinados a gerar renda para os trabalhadores e trabalhadoras mais necessitadas.

“O Programa Aquisição de Alimentos (PAA), um dos mais importantes no fortalecimento da agricultura familiar, foi um dos mais atingidos pelos cortes do governo federal. Em 2017, por exemplo, o PAA investiu R$ 18 milhões na compra de alimentos dos agricultores familiares. Neste ano, apenas R$ 6 milhões foram destinados a esse programa”, diz a engenheira agrônoma Liz Meireles, diretora da Secretaria de Desenvolvimento Rural.

CONVIDADO - Por sua atuação parlamentar muito ligada ao setor rural, o líder do Governo na Assembleia, deputado Francisco Limma (PT), candidato à reeleição, foi um dos convidados a participar da plenária e assinou um documento se comprometendo em apoiar 10 propostas do grupo direcionadas ao fortalecimento da produção de alimentos de boa qualidade, sem agrotóxicos, e outras ações destinadas ao setor rural.

Dentre os dez compromissos do grupo estão lutar pelo retorno de programas sociais, como Bolsa Família e a criação do Plano Estadual da Agroecologia (PEA). “Para isso vamos precisar de apoio na Assembleia Legislativa para a aprovação de uma lei que criará esse plano. O deputado Limma se comprometeu em buscar apoiar parlamentar para criação e a implementação do PEA.

O deputado destacou que no plano de ação parlamentar para o próximo mandato existem vários pontos específicos que contemplam as propostas apresentadas na plenária. Disse que são muitas as potencialidades do Piauí e lembrou que o Estado é rico em terras agricultáveis que pode aumentar a produção e a produtividade da agricultura familiar para abastecer as famílias e promover a comercialização.

Ele destacou também o expressivo potencial de mineração, com jazidas de ferro, titânio, manganês, diamante, talco, cromo, platina, opala, níquel, calcário. Também lembrou que o Piauí tem grandes potencialidades na piscicultura, para produção de grãos nos cerrados; na exploração de gás e petróleo, para geração de emprego e renda.

COMPROMISSOS - “Nós também temos uma extensa riqueza hídrica nos vales dos rios, principalmente do Rio Parnaíba, bem como na área de educação, com expansão do ensino médio, universitário, técnico médio e técnico superior no interior do estado que gera mão de obra qualificada em várias áreas’, ressaltou o deputado.

Limma se comprometeu também em defender o fortalecimento de rede de proteção social aos mais pobres, associada a um intenso processo de desenvolvimento econômico, aproveitando as potencialidades de cada um territórios do Estado, e também às riquezas naturais e humanas. “O Estado deve estimular a geração, a transferência e a descentralização da renda e contribuir para soberania alimentar e nutricional”, disse o petista.

Ele ainda se comprometeu a contribuir para ampliar a aquisição de gêneros alimentícios para as escolas diretamente da agricultura familiar desenvolvida de forma agroecologica, para a implantação de um programa de segurança e reeducação alimentar nas escolas. Limma quer a implantação de cardápios diferenciados nas escolas conforme a região em que estão inseridas e o nível de nutrição dos alunos atendido.

Comentários