Política

Limma elogia luta das mulheres por terra e moradia

Deputado participou de manifestação de mulheres no Centro de Teresina
Fonte: Paulo Pincel/Alepi 07/03/2019 17:28
Francisco Limma participou de manifestação de mulheres em Teresina Francisco Limma participou de manifestação de mulheres em TeresinaFoto: Assessoria

O Dia Internacional da Mulher, nesta sexta-feira, 8 de março; e a vitória da Mangueira no Carnaval do Rio de Janeiro, citando a luta de guerreiras como Francisca Trindade e Esperança Garcia em defesa dos direitos das mulheres, foram alguns dos temas abordados pelo líder do Governo, deputado Francisco Lima, na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta quinta-feira (7), que marcou o retorno dos deputados ao Plenário.

Mais cedo, Limma participou de uma manifestação de mulheres no Centro de Teresina, na manhã desta em defesa da regularização fundiária. E elogiou as coragem das mulheres que participam da luta pela terra, pela moradia no campo e na cidade.

O deputado destacou a comemoração do Dia internacional da Mulher e lembrou que a Assembleia Legislativa vai realizar uma sessão solene no próximo dia 18 de março para comemorar a data.

Limma reunido com as mulheres em Teresina
Limma reunido com as mulheres em Teresina

Carnaval

Limma elogiou a Estação Primeira de Mangueira, campeão do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro, ao abordar os heróis esquecidos pela história oficial, entre eles Esperança Garcia, que a OAB reconheceu como a primeira advogada do Piauí.

O orador também ressaltou a redução do número de acidentes e de mortes nas rodovias do Piauí durante o Carnaval, bem menor que.em anos passados, graças à conscientização da população e do empenho das autoridades.

Francisco Limma leu os dados sobre a violência contra a mulher, lamentou os sucessivos casos de feminicídio, lembrando que em 2018, a cada minuto nove mulheres foram agredidas. Foram 3 feminicídios por dia no país no ano passado, sendo que 81,5% das agressões foram praticados por homens com algum tipo de relação com a vítima.,

O aplicativo Salve Maria, que tem o reconhecimento público no Brasil e até no exterior, bem como a realização de campanhas educativas, defendendo uma força tarefa de toda a sociedade, mas que a justiça precisa fazer a sua parte. Julgando e punindo os agressores, também fora destacados pelo deputado.

“Temos que dá uma educação aos nossos filhos e netos para uma cultura da não violência e contra o.machismo”, disse, citando as deputadas e militantes, que defendem a causa da mulher.

Movimento de mulheres
Movimento de mulheres

Aparte

Teresa Britto (PV) elogiou o discurso do deputado, defendendo uma política efetiva de regularização fundiária do Estado e a luta das entidades para que o Piauí avance nesta questão. “As mulheres são a célula de sustentação da sociedade, mãe, esposa, trabalhadora, dona de casa, empresária, política... é preciso que as mulheres acreditem mais nelas”.
Teresa Britto pediu ao secretário Merlong e reforçou o pedido ao líder do Governo, para que as coordenadorias da Juventude e da Mulher continuem ligadas a Secretaria de Governo e sejam fortalecidas.

Esperança Garcia

Limma destacou Esperança Garcia, quer escreveu uma carta denunciando contra a violência na Fazenda Algodões, onde hoje é Nazaré do Piauí. “A primeira advogada, uma escrava valente e que ainda escrevia, incomum à época. Um pedido de socorro, um grito de liberdade, a rebeldia corajosa de uma mulher que lutou contra a violência e a violação de direitos. Citou o ex-presidente Lula, que assumiu a dúvida histórica que o país tem com os países que exploraram a escravidão de negros.

O parlamentar encerrou o discurso sugerindo a criação de uma comenda em homenagem a mulheres, como o nome de Francisca ou Esperança Garcia.

Comentários

Apoio: