Política

Limma destaca o esforço do governo para encerrar greve na Uespi

Líder do Governo adiantou que foi pactuado uma série de medidas para resolver o impasse
Fonte: Paulo Pincel 01/04/2019 13:48
Deputado estadual Francisco Limma (PT) Deputado estadual Francisco Limma (PT)Foto: Paulo Pincel

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT), reforçou convite para a sessão solene nesta terça-feira (2), às 10 horas, no plenário da Assembleia Legislativa, em homenagem aos 30 anos da Fundação Padre Antonio Dante Civieiro (Funaci), proposta por ele.

“É uma entidade que muito tem colaborado com a nossa sociedade, através de ações da promoção da comunidade na área da saúde, educação, agricultura, assistência social... na região da Socopo. Neste exato momento está acontecendo na reunião da Fundação com o governador Wellington Dias, sobre a situação da fundação e apresentação de projetos para serem desenvolvidos em parceria com Governo do Estado”.

Limma lembrou que no turno da tarde de terça-feira, haverá um encontro com gestores municipais e outras entidades. Na quarta-feira,acontece um seminário sobre 30 anos de existência da Funaci, no Centro de Treinamento Padre Tony Batista, no Socopinho. Na quinta-feira (4), vários grupos de trabalho serão instalados e haverá a exposição de um memorial.

O parlamentar também registrou o Segundo Encontro de Jovens do Semiárido, a ser realizado no município de Picos, entre 5 e 7 de abril. “O evento será um amplo espaço de discussão e elaboração de propostas para a população e para o desenvolvimento da juventude, melhorando a situação das famílias do semiárido. Serão 500 jovens de dez estados que vão estar reunidos no Instituto Federal em Picos, para discussão dos desafios da juventude no século 21, com o palestrante Leonardo Boff, doutor em Teologia.


Francisco Limma também destacou a reunião de uma equipe de professores e representantes da Uespi com o governador nesta segunda-feira (1º/4), no Palácio de Karnak. A administração superior da Universidade Estadual, juntamente com a equipe econômica, pactuaram algumas deliberações importantes, que pode levar ao fim da greve na Uespi.

“Na assistência estudantil, o governador já autorizou, ainda na sexta-feira, o pagamento das bolsas dos estudantes. Até o dia 10 de abril, deverá ser pago o mês de fevereiro e até o final de abril será pago março. Foi autorizada a negociação com as empresas para repasse financeiro dentro de um cronograma, dos salários atrasados de terceirizados. Fora quase R$ 3 milhões para as empresas prestadoras de serviço. Também foi discutida a questão da das promoções, que estão pendente desde outubro para por conta da questão do equilíbrio financeiro do Estado. Foi constituído um grupo de trabalho para fazer o planejamento da situação, da questão da infraestrutura física da universidade estadual. Quando ela foi implantada ainda governo Mão Santa, não havia a infraestrutura necessária para o funcionamento como universidade. Antes eram 200 docentes e hoje já são mais de mil professores na Uespi”, destacou

O líder também ressaltou a audiência pública de hoje, na Comissão de Educação, Cultura e Saúde, para debater a crise na Uespi. “Hoje, tivemos uma audiência pública que foi importante por reunir todas as áreas num esforço de todos os segmentos para resolver os problemas da Uespi. Foi constituindo aqui um grupo de trabalho para discutir essas demandas da Universidade Estadual do Piauí. Todos nós sabemos da importância que tem essa instituição. O governador reconhece a importância que a Uespi tem e a necessidade de que se tenham soluções para o curto, médio e longo prazo. Esse grupo de trabalho vai exatamente analisar os detalhes e buscar soluções para essas demandas. Nós temos acompanhado a situação dos estados, que dependem das transferências de recursos federais para manutenção das administrações aceitando todas as áreas. Esse grupo de trabalho, do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa vai dar subsídio para resolução dos problemas da universidade estadual. O Governo do Estado reconhece a importância da Uespi, mas também as demandas da educação básica como todo”, encerrou.

Comentários

Apoio: