Política

Líder adverte sobre deficit na previdência estadual

Proposta derrubada na CCJ pretendia capitalizar Fundo da Previdência
Fonte: Paulo Pincel 06/06/2018 13:30
Deputado estadual Francisco Limma Lula (PT) Deputado estadual Francisco Limma Lula (PT)Foto: Caio Bruno/Alepi

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Lima (PT), advertiu sobre a questão do déficit na Previdência, que hoje chega a R$ 110 milhões por mês em decorrência principalmente do aumento do número de servidores inativos - aposentados e pensionistas – que é superior à quantidade de efetivos. O Estado tem 41 mil inativos contra 39 mil ativos, o que gera um déficit mensal entre o que o governo arrecada e o que paga de benefícios.

Lima lembrou que o governo criou o Fundo de Previdência justamente para tentar reduzir esse déficit. E que a alienação de terras proposta pelo governador Wellington Dias e derrubado ontem na Comissão de Constituição e Justiça não seria feito de “qualquer jeito”, mas com regramentos estabelecidos em lei.

Limma afirmou que o governador apresentou uma proposta que regulamenta tanto a venda como o arrendamento dessas áreas, mas que essa alienação vai obedecer a legislação vigente evitando Inclusive a grilagem de terras que acontece de maneira desordenada em diversas regiões do Estado.

“O governo tem que retirar os posseiros ilegais, manter as reservas naturais, proteger os nativos, as pessoas que moram nessas terras a séculos e explorar aquelas áreas que podem ser arrendadas ou comercializadas com base na lei, de maneira transparente e legal. Evitar que ocorra o que aconteceu com uma gleba de terra em Uruçuí, que eram 1.500 hectares vendidas a R$ 30 mil e se transformaram para mais e 80 mil hectares, com valor superior a R$ 300 milhões”.

Francisco Limma entende que os deputados não podemos enterrar o desenvolvimento do Piauí em nome de uma oposição sistemática. Vamos conclusivo discutir ações convocar os gestores para dar suas explicações.

O orador também se referiu ao programa que foi assinado pelo governo para levar internet a 96 municípios do Piauí via Piauí Conectado. O objetivo, de acordo com o deputado, é justamente dar transparência às ações de governo. “Hoje, nada acontece sem que as pessoas tenham conhecimento. Não adianta apostar na desinformação, pequeno debate. A pessoas navegam na internet e tem acesso às informações”.

Comentários