Política

Lei vai regulamentar o piso de professor do Estado; categoria vai comemorar

Lei estadual regulamentando o piso é uma exigência do Ministério da Educação
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 13/10/2017 11:03
Themístocles Filho com Wellington Dias Themístocles Filho com Wellington DiasFoto: Jorge Bastos/PK

Às vésperas do Dia do Professor, comemorado no próximo domingo (15), o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), propôs à Assembleia Legislativa o novo valor do piso para o magistério, em vigor desde janeiro de 2017. A lei estadual regulamentando o piso é uma exigência do Ministério da Educação.

O Piso Nacional do Magistério para 2017 foi fixado em R$ 2.298,80, mas o Estado do Piauí já pagava R$ 2.634,65 para os 16 mil professores que integram a rede estadual de edicação pública. Com o reajuste de 7,64% - concedido de maneira linear, isto é, para todas as categorias - o piso passou a R$ 2.836,93.

Como aconteceu com o Orçamento Geral do Estado de 2017, o governo já incluiu na proposta orçamentária para o próximo ano - que também tramita na Assembleia Legislativa - o reajuste do piso dos professores para 2018, que deve pagar as perdas salarias como a inflação mais algum percentual de ganho real, como aconteceu este ano.

O Piauí é o único Estado que paga reajuste linear, alcançando todas as faixas salariais do magistério. “Foi o único Estado que aplicou o percentual de reajuste previsto sobre todas as faixas salariais. Quase 100% dos Estados aplicou um reajuste mais baixo”, ressaltou o secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva

Comentários