Política Nacional

Lava Jato: Gilmar Mendes já soltou 24

Gilmar Mendes concedeu 20 habeas corpus e votou por soltar quatro presos na Operação Lava Jato desde 2016
Fonte: Brasil Escola | Editor: Redação 17/05/2018 09:48
Gilmar Mendes Gilmar MendesFoto: Nexo Jornal

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu 20 habeas corpus e votou por soltar quatro presos na Operação Lava Jato desde 2016, informam Julia Affonso e Luiz Vassallo, no Estadão.

De um ano para cá, o ministro deu habeas corpus para: 1) Milton Lyra, operador do MDB do Senado e alvo da Operação Rizoma (15/5/2018); 2) Paulo Vieira de Souza, ex-diretor da Dersa, operador do PSDB e alvo da Lava Jato em São Paulo (11/5/2018); 3) Geraldo Casas Vilela, ex-chefe de Assentamento da Dersa e alvo da Lava Jato em São Paulo (14/5/2018); 4) Sérgio Côrtes, ex-secretário de Saúde do Rio e alvo da Lava Jato no Rio (8/2/2018); 5)Garotinho, ex-governador do Rio e alvo da Operação Chequinho (20/12/2017).

Outros investigados soltos pelo ministro foram 6) Antônio Carlos Rodrigues, presidente do PR e alvo da Operação Chequinho (20/12/2017); 7) Miguel Skin, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/10/2017); 8) Gustavo Estellita, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/12/2017); 9) Adriana Ancelmo: advogada, mulher do ex-governador de Sérgio Cabral (18/12/2017); 10) Jacob Barata, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (solto três vezes) (17 e 18/8/2017 e 1/12/2017);

Em seguida estão: 11) Lélis Teixeira: ex-presidente da Fetranspor e alvo da Lava Jato no Rio (17/8/2017); 12) Cláudio Sá Garcia de Freitas, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/8/ 2017); 13)Marcelo Traça Gonçalves, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/8/2017); 14) Enéas da Silva Bueno, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/8/2017); 15) Octacílio de Almeida Monteiro, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (19/8/2017_;

Na sequência aprecem 16) Rogério Onofre, ex-presidente do Detro e alvo da Lava Jato no Rio (23/8/2017); 17) Dayse Deborah Alexandra Neves, mulher de Rogério Onofre (23/8/2017); 18) David Augusto da Câmara Sampaio, policial aposentado e alvo da Lava Jato no Rio (23/8/ 2017); 19) Eike Batista, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (28/4/2017); 20) Flavio Godinho, braço direito de Eike e alvo da Lava Jato no Rio (5/4/2017).

Gilmar Mendes votou, na 2ª. Turma do STF para soltar: 1) Marco Antônio de Luca, empresário e alvo da Lava Jato no Rio (18/12/2017); 2) José Dirceu e alvo da Lava Jato no Paraná (2/5/2017); 3) Rogério Araújo, ex-dirigente da Odebrecht e alvo da Lava Jato, no Paraná (26/4/2016); 4) Márcio Faria, ex-dirigente da Odebrecht e alvo da Lava Jato, no Paraná (26/4/2016).

Comentários

Matérias Relacionadas