Geral

Juíza decide que adolescente e irmãos permanecerão em abrigo

O adolescente e dois irmãos vão continuar em abrigo em Teresina
Fonte: Alinny Maria | Editor: Paulo Pincel 27/10/2017 19:00
Criança encontrada na penitenciária Criança encontrada na penitenciáriaFoto: Divulgação

A juíza da Vara da Infância e da Juventude de Teresina, Maria Luiza de Moura Mello, decidiu manter abrigado, sob a proteção do Estado, o adolescente de 13 anos, encontrado na cela de um detento na Colônia Agrícola Major César Oliveira. O adolescente e dois irmãos vão continuar afastados dos pais por decisão da juíza, acatando pedido do Conselho Tutelar.

Maria Luiza informou que uma equipe multidisciplinar esteve acompanhando as condições em que o menino vive com os pais. Segundo a decisão, os país não tem condições finacneiras e nem psicológicas de cuidar dos filhos.

Relembre o caso

O garoto foi encontrado por agentes penitenciários na noite do sábado, dia 30 de setembro, em baixo da cama do detento José Ribamar Pereira Lima, que cumpre pena por dois estupros.

O adolescente disse à polícia que ficou no presídio contra sua vontade e que o pai Gilmar Francisco Gomes o obrigou. O pai também cumpre pena por estupro de vulnerável e conheceu Pereira Lima na Major Cesar.

Em depoimento, os pais afirmaram que o detento é compadre da família e que durante as visitas lhe prestavam pequenos serviços em troca de alimentos.

O menino informou também que já dormiu na cela de Pereira Lima junto com a família. Os pais do garoto são lavradores e analfabetos.

Comentários