Esportes

Judô: Brasil terá força máxima no Grand Prix de Hohhot

Medalhista olímpica retorna de lesão no cotovelo para competição que definirá classificados para o Mundial de Baku
Fonte: Globo Esporte | Editor: Redação 10/05/2018 11:27
Judô JudôFoto: Márcio Rodrigues/Mpix / Divulgação

A largada para a corrida olímpica para Tóquio 2020 será dada no dia 25 de maio, em Hohhot, na China. Para o Grand Prix, que vai até o dia 27, o Brasil vai com força máxima, contando com o retorno de Rafaela Silva, que operou o cotovelo no início do ano. A etapa do Circuito de Fiji também definirá quem representará o país no Mundial de Baku, em setembro.

A campeão olímpica Rafaela Silva se recuperou da cirurgia no cotovelo esquerdo, realizada em janeiro, e vai voltar aos tatames na China. Além dela, a seleção brasileira contará com outros 18 atletas, sendo dez deles do masculino e 8 do feminino. As equipes serão comandadas pelo chefe da delegação Ney Wilson Pereira e pelos técnicos Mario Tsutsui e Yuko Fujii.

- A gente sempre pensa em Tóquio. Todo mundo quer participar, quer estar em mais uma Olimpíada, mas penso numa competição de cada vez. Eu entro em toda competição como se fosse uma Olimpíada, um Campeonato Mundia. A partir de agora não vai ter mais nenhuma competição fácil, porque já começam a valer pontos para 2020. Eu estou voltando de cirurgia e foquei nas últimas semanas de preparação num processo para ganhar gás, recuperar meu pulmão. Como a competição é na Ásia vai ter muita atleta da Mongólia, Taipei, Japão, China que são as meninas que movimentam bastante. Então, eu dei bastante ênfase na preparação física, que é o que eu acho que vou precisar nessa competição na China - afirmou Rafaela Silva.

Para o Mundial de Baku, a seleção brasileira será composta pelos nove melhores atletas do masculino e nove melhores do feminino no ranking mundial. Por isso, o Grand Prix de Hohhot é importante, pois distribui 700 pontos para a classificação. Além disso, a etapa marca o início da corrida para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Seleção masculina

Eric Takabatake (60kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Phelipe Pelim (60kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Charles Chibana (66kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Marcelo Contini (73kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Eduardo Barbosa (73kg) - Paineiras do Morumby - FPJudo

Eduardo Yudy (81kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Eduardo Bettoni (90kg) - Minas Tênis Clube - FMJ

Rafael Buzacarini (100kg) - Paineiras do Morumby - FPJudo

Rafael Silva "Baby" (+100kg) - EC Pinheiros - FPJudo

David Moura (+100kg) - Instituto Reação - FJERJ

Seleção feminina

Sarah Menezes (48kg) - CR Flamengo - FJERJ

Gabriela Chibana (48kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Érika Miranda (52kg) - Sogipa - FGJ

Rafaela Silva (57kg) - Instituto Reação - FJERJ

Ketleyn Quadros (63kg) - Sogipa - FGJ

Maria Portela (70kg) - Sogipa - FGJ

Mayra Aguiar (78kg) - Sogipa - FGJ

Samanta Soares (78kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Maria Suelen Altheman (+78kg) - EC Pinheiros - FPJudo

Comentários

Matérias Relacionadas