Brasil

Jovem sente dor abdominal e sai do hospital sem movimento do braço

A jovem esperava para realizar um exame de sangue quando teve uma convulsão. Eduarda caiu no corredor do hospital e, no dia seguinte, soube que quebrou o braço
Fonte: G1 | Editor: Redação 05/11/2017 10:25
Erro Médico Erro MédicoFoto: G1 - Globo.com

A jovem Eduarda Francisco de Anunciação Sampaio, de 27 anos, foi procurar socorro médico após sentir dores abdominais causadas por uma infecção urinária. Dias depois, saiu do Hospital Municipal de São Vicente, localizado no litoral de São Paulo, com três pinos no ombro e sem o movimento do braço direito.

A jovem esperava para realizar um exame de sangue quando teve uma convulsão. Eduarda caiu no corredor do hospital e, no dia seguinte, soube que quebrou o braço.

“Eles me internaram, para que eu pudesse fazer a cirurgia que colocaria o meu ombro no lugar novamente. Até então, apesar do braço quebrado, eu movimentava as mãos normalmente”, disse.

A alega que a equipe médica cometeu um erro durante a cirurgia, realizada no dia 11 de setembro. Uma enfermeira chegou a dizer que ela sentiria novamente os movimentos do braço após passar o efeito da anestesia.

“Passou uma semana e eu ainda não sentia o meu braço. Voltei para a consulta de retorno com o médico do hospital e, com exames, ele constatou que eu tinha sofrido uma lesão do plexo braquial. E isso aconteceu durante a cirurgia, eles lesionaram meu nervo”, revela.

Eduarda foi internada uma vez mais, no dia 16 de outubro, para tentar recuperar os movimentos. “Fiquei 11 dias internada e nada. Disseram que um neuro de outro hospital, em Santos, tinha se interessado pelo meu caso, mas não conseguiram transferência”, conta.

Uma nova consulta com o neurocirurgião foi marcada para o dia 28 de dezembro. Até lá, eu estou dependendo sempre da ajuda de alguém. Por um erro deles, eu não consigo comer sozinha, não consigo me vestir. Eu, que morava sozinha, tive que me mudar para ter ajuda 24 horas por dia. É uma situação horrível”, diz.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de São Vicente disse que irá apurar o prontuário da paciente nesta segunda-feira (6).

Comentários