Especiais

Jovem com sonho de ser rapper tenta superar preconceito no interior do PI

O jovem Willian Barroso Martins se intitula Manow Will e busca no rapper promover e disseminar a mensagem do respeito e da paz
Fonte: Blog Jatobá 100 Fronteiras | Editor: Da Redação 22/06/2017 17:10
Manow Will tem a esperança de ser um rapper reconhecido Manow Will tem a esperança de ser um rapper reconhecidoFoto: Blog Jatobá 100 Fronteiras

Superar barreiras e o preconceito. O desafio não é fácil, mas foi o que estimulou o jovem Willian Barroso Martins a ir em busca de um sonho: o de ser rapper. Conhecido como Manow Will, ele é rapper e compositor. Nasceu na cidade de Sigefredo Pacheco, e há cerca de três anos, decidiu entrar para o mundo da música rap.

Com 22 anos, o jovem decidiu romper uma barreira de estereótipos que comumente se tem do nordeste e do Piauí, que é de uma musicalidade baseada no forró, no xote e em outros estilos tradicionais da região. O jovem conta que já sofreu bullying na escola, e que viu no Rap romântico, uma maneira de superar todos os "fantasmas" sofridos pelo Bullying. Para ele, o rap também tem o poder de levar uma mensagem de fé e esperança através da música, para outros jovens que também já passaram pelo mesmo problema.

Apesar de novato, começou no Rap em 2014, Manow Will já compôs e gravou três Raps falando de paz e amor. Suas composições fazem sucesso até no youtube, onde, segundo ele próprio, encontra inspiração para compor suas músicas a partir das composições que tem acesso como Racionais Mc'S-SP, Tribo da Periferia-DF, 3 um Só-DF, Look-DF, Ramu M9-SP, Zona Zero-PI, Complexo Radical, Sabotagem, Trilha Sonora do Gueto-SP, Dexter-SP, dentre outros grupos.

A sua primeira a presentação como Rapper, aconteceu no início do ano de 2017, no show do CTS Kamica-Z, na zona leste de Teresina-PI. "Só tenho a agradecer ao Rapper Ygão pela oportunidade de me apresentar na Quebrada dele ZL, no show na capital", conta Manow Will, que tem ainda como parcerias na música, o seu Mano Rapper Ramu M9, que é também da sua cidade Sigefredo Pacheco, mas atualmente mora em São Paulo. Ele conta que teve um grande apoio do seu conterrâneio principalmente no início de carreira.

O apoio da família também foi fundamental para Mano Will. São eles quem o incentivam pra ver o seu sonho sendo realizado, apesar das dificuldades. O seu maior sonho é ser reconhecido no cenário do Rap nacional, fazer parcerias no Rap regional, e poder transmitir a realidade, e trazer a paz para as periferias do Brasil. Pregar o lado bom do Rap sem esquecer também o Rap local, onde já fez várias apresentações, juntamente com o seu conterrâneo e parceiro da música, o Rapper Mano Fall. Juntos, eles fizeram a composição "Babão", uma espécie de protestos totalmente saudável através da música.

Mano Will acredita que é possível sempre quebrar barreiras. "Sou fã de vários Rappers que me trazem muita inspiração como, R.Fiitu-PI, Ygão-PI, Koreano-PI e Aranha HC-PI entre outros, mas por enquanto sigo carreira solo, escrevendo novas composições, e pretendo gravar outras músicas, assim que for possível. Deus em primeiro lugar, fé no impossível, e temos que acreditar no nosso potencial e seguindo de cabeça erguida e quebrando as barreiras", finaliza Manow Will.

Rapper Manow Will

Comentários

Matérias Relacionadas