Política

João de Deus condena aumento de 27% na tarifa de energia elétrica

Fonte: Alepi | Editor: Paulo Pincel 02/10/2017 14:56

O reajuste de 27,63% na tarifa de energia autorizado pelo Governo Federal, foi criticado pelo líder do Governo no Legislativo, deputado João de Deus (PT), no Plenário da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (2)..

O parlamentar considerou abusivo o aumento. "Um verdadeiro absurdo". Segundo ele, uma tarifa como essa, a exemplo de tarifa como a gasolina, irá ser repassada para os demais produtos, e conseqüentemente, o custo de vida da população irá aumentar.

“O aumento irá pegar do menor ao maior. Logicamente, quando se pega a indústria e o comércio, ela é repassada para também, para os subprodutos, advindos do setor industrial e do comércio”, disse João de Deus.

O deputado enfatizou que lamenta profundamente o reajuste da energia. Ele acredita que os colegas parlamentares também não concordam com um reajuste de tamanha envergadura, e que o reajuste, em sua opinião, deveria ter sido pelo menos, dividido em etapas.

O presidente da Alepi, deputado Themístocles Filho (PMDB), disse que irá conversar com o presidente da Eletrobras-Piauí, para obter explicações a respeito do reajuste da tarifa de energia elétrica. “Vou pedir explicações para o deputado Themístocles Filho, para os outros parlamentares e para a população. Saber o porquê do aumento. Porque tudo tem um motivo. Ninguém vai fazer nada. Agora que todo mundo acha alto, o reajuste, acha, com certeza”, ressaltou o presidente da Casa.

Comentários