Polícia

Já são 23 mortes violentas neste Carnaval no Piauí

A maioria dos mortos foi trazida para o Instituto de Medicina Legal em Teresina
Fonte: DHPP | Editor: Paulo Pincel 05/03/2019 13:52
Viatura do IML Viatura do IMLFoto: Divulgação SSP

A Secretaria de Segurança já conatabilizou 23 mortes violentas entre sexta-feira (1) até as primeiras horas da manhã desta terça-feira (5). A maioria dos mortos foi trazida para o Instituto de Medicina Legal, no bairro Saci, na zona Sul de Teresina. Foram registrados 15 homicídios, seis mortes em acidentes de trânsito e uma morte de natureza desconhecida.

Um pesdestre morreu no começo da tarde desta terça-feira (5), na rodovia BR-316, no bairro Lourival Parente, na zona Sul de Teresina. O acidente aconteceu próximo a uma passarela, por volta as 13h30, quando o pedestre tentou atravessar a rodovia e não percebeu o veículo, um VW Space Fox.

Luís Lima da Silva, de 32 anos, foi assassinado com uma arma branca. Luís era natural do município de São Miguel do Tapuio do Piauí, mas residia na Vila Monteiro, em Timon.

Geovanne Lucas Dutra de Araújo, de 21 anos, natural do município de Campo Maior, também teve morte violenta.

O presidiário Ivo Santos Rosa, de 30 anos, foi morto na Casa de Custódia José de Ribamar Leite.

O pedreiro Francimar Macêdo Ribeiro, de 41 anos, morreu vítima de acidente de trânsito. Ele era natural de Palmeirais.

Foi assassinado com um tiro de revólver o consultor financeiro José Edison Ribeiro, de 38 anos. Ele morava no Residencial Mário Covas, na região do Bairro Angelim, zona Sul de Teresina.

Danilo Vieira de Sousa, de 27 anos, foi assassinado com disparos de arma de fogo no Portal da Esperança, na Região do Bairro Pedra Mole, na zona Leste de Teresina.

Foi encontrado em via pública, no Centro de Teresina, em frente a Medical Center, um cadáver de um homem não identificado. O corpo foi levado para o IML.

Denilson Santos de Oliveira, foi morto a tiros. Ele era do município de Baixa Grande do Ribeiro.

Foi morto a tiros o estudante Luís Carlos do Santos Silva, de 14 anos, morador do Conjunto HBB, na região da Pedra Mole, Zona Leste de Teresina.

O sapateiro José Adriano Nascimento foi vítima de um acidente de Trânsito. Ele tinha 33 anos e morava no bairro Memorare, zona Norte de Teresina.

Foi assassinado com tiro de revólver, o horticultor Francisco Paulo Gomes da Silva, de 17 anos. Ele morava no povoado Soinho, zona Rural de Teresina.

Outra vítima de tiro de revólver e golpes de faca foi encontrada no Bairro Morro da Esperança. Tomaz Teixeira de Sousa Neto, ele era palhaço, ele tinha 30 anos. Tomaz era morador do Bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.

No povoado Monte Verde, na região da Lagoa dos Afonsinhos, zona rural de Teresina, Mauro Espírito Santo Sousa, de 32 anos, foi assassinado com tiro de arma de fogo. Mauro era morador do povoado Saco Monte Alegre, zona rural.

Foi assassinado com golpe de faca o desempregado Natanael Ítalo Pitombeira, de 25 anos. O crime aconteceu no bairro São Pedro, de onde era morador.

Vítima de acidente de trânsito no São João, o eletricista Antônio de Sousa Batista, 33 anos, morreu neste Carnaval. Ele era morador conjunto Árvores Verdes, zona leste de Teresina.

Outra vítima de acidente de trânsito foi o cabo do exército Moisés de Oliveira Abreu, após colidir sua motocicleta com um animal, entre as localidades da Baixa Grande e município de Monsenhor Gil. O cabo tinha 21 anos de idade.

Foi assassinado por espancamento o taxista Ilen Alexandre da Silva, de 53 anos. Ele foi encontrado em São Raimundo Nonato. Ileno foi assassinado por um casal de Petrolina. O taxista morava no bairro Mandacaru, no município de Petrolina.

Morreu vítima de acidente de trânsito o auxiliar de serviços gerais Antônio Francisco de Sousa, de 31 anos. O acidente aconteceu no povoado Santa Rita, zona rural de Teresina, onde morava.

Morreu também, vítima de acidente de trânsito, na Avenida Frei Serafim, na madrugada desta Terça-Feira, José de Arimateia Araújo Costa, de 56 anos. Ele era natural de Esperantina.

Foi assassinado com tiro de revólver, Francisco Jardel Lima Torres, na Vila Santa Bárbara.

Comentários