Ciência & Tecnologia

Instagram abre temporada de caça

Um dos primeiros alvos foi o Instagress, perfil que prometia popularidade aos usuários da rede social
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 22/04/2017 11:07
Instagram InstagramFoto: Daily Times

O Instagram começou efetivamente a eliminar contas falsas. A empresa, que faz parte do conglomerado de Mark Zuckerberg, dono do Facebook, também trabalha para conter a atividade de bots. Como justificativa, simplesmente estar cumprindo a própria política de proibir a venda de dados do Instagram por terceiros.

Conforme o Business Insider, a Instagress foi a primeira página/serviço a ser eliminado. O Instagress criava ‘clones’ de usuários para que estes pudessem gostar e comentar dezenas de fotografias ao mesmo tempo, ganhando, assim, mais seguidores. O serviço custava US$ 10 ao mês (cerca de R$ 40) e era utilizado por fotógrafos e demais profissionais que precisem divulgar o trabalho. O resultado, no entanto, podia muitas vezes ser considerado spam e atrapalhar compartilhamentos pessoais e orgânicos da rede social.

Comentários

Matérias Relacionadas