Política

Iaspi mantém atendimento normal a 200 mil segurados;pelo menos té sexta feira

Daniele Aita garante que atendimento está mantido no Iaspi-Saúde e Plamta
Fonte: Iaspi | Editor: Paulo Pincel 04/10/2017 15:50
Assembleia dos médicos Assembleia dos médicosFoto: leal Comunicação

Foi cancelada a greve dos médicos que atendiam aos segurados - e dependentes - do Iaspi-Saúde e Plamta, marcada para sexta-feira (6). A diretora-geral do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (IASPI), médica Daniele Aita Amorim, tranquilizou os sergurados dos planos de saúde do Estado de que não haverá paralisação do atendimento na rede credenciada ao Iaspi-Saúde (consultas e exames) e Plamta (internações).

Aita se reuniu com a diretoria do Sindicato dos Hospitais do Piauí (Sindhospi) em audiência na manhã desta quarta-feira (4), na sede do Ministério Público do Estado, quando chegram a um entendimento, inclusive com a participação de representantes da Secretaria Estadual de Fazenda.

Pelo acordo, o pagamento da fatura de junho de 2017 será concluída até sexta-feira (6). O pagamento inclusive já foi creditado na conta dos hospitais, aguardando apenas a compensação bancária.

O Iaspi e Sindhopsi também acertaram que na próximo dia 16 de outubro, haverá uma nova reunião para definir um cronograma para o pagamento de julho e dos meses seguintes.

"Não se pode contabilizar quatro meses de atraso nos repasses, tendo em vista que o contrato prevê 60 dias de tramitação de processo das faturas’, lembrou a diretora-geral. “O mês de julho devemos abrir ainda no mês de outubro para assegurar o que está previsto em contrato. Não podemos incluir os 60 dias como atraso, mas como algo previsto em contrato. Já estivemos em contato com os diretores dos maiores hospitais e o serviço não teve interrupção e continua normalmente”.

Equilíbrio

A diretora do Iaspi garantiu ainda que, apesar da crise financeira vivida nos estados, o Piauí não tem déficit nos planos de saúde do Estado. A arrecadação é suficiente para cobrir as depesas. O objetivo, segundo Daniele Aita, é manter os pagamentos em dia, de maneira a não prejudicar os usuários e nem a rede credenciada “Existe um esforço prioritário entre a gestão do Iaspi e o Governo do Estado do Piauí em não atrasar quaisquer tipos de pagamento em respeito, principalmente, à sociedade piauiense”.

Comentários