Saúde

HUT é referência em cirurgias de fratura de face

DATASUS revelou que o HUT ficou em terceiro lugar, com 472 cirurgias
Fonte: Ana Flávia | Editor: Da Redação 01/05/2019 13:44
Hospital de Urgência de Teresina (HUT) Hospital de Urgência de Teresina (HUT)Foto: SIMEPI

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ficou em primeiro lugar na lista dos hospitais que mais realizaram cirurgias de fratura de face com osteossíntese, no Brasil, em 2018. Esse procedimento lança mão de placas e parafusos para o processo de estabilização das fraturas. De acordo com dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), dos 463 hospitais do Brasil que realizam esse tipo de procedimento o HUT ficou em primeiro lugar com 286 cirurgias de redução e fixação de fraturas de face (com osteossíntese), seguido do Hospital Geral da Bahia com 255 cirurgias e do Hospital de Urgência de Presidente Dutra, no Maranhão, com 224 procedimentos.

A pesquisa feita pelo DATASUS também revelou que o HUT ficou em terceiro lugar, com 472 cirurgias, entre os 993 hospitais do Brasil que realizam cirurgias de face, sem uso de placas e parafusos. Em primeiro lugar ficou o Hospital Regional de Arapiraca, de Alagoas, com 562 cirurgias, e em segundo o Hospital Bom Pastor, no Rio Grande do Sul, com 544 procedimentos.

De acordo com o cirurgião buco-maxilo-facial do HUT, Dr. Salomão Oka, cerca de 85% dos pacientes que passam por algum tipo de cirurgia de fratura de face são vítimas de acidentes com motocicleta. Os demais pacientes são vítimas de outros acidentes de trânsito e de violência por agressão física ou arma de fogo.

"Essa estatística do HUT é alarmante, porém ela também nos mostra o patamar de excelência que o nosso hospital vem alcançando nos últimos anos. Nossa equipe de cirurgiões buco-maxilo-faciais é a que mais realiza procedimentos no Brasil. É uma equipe especializada que está conseguindo dar uma resolutividade incrível para o maior hospital de urgência e emergência do nosso Estado. Estamos atentos a todos os casos que chegam ao HUT e que necessitam de uma atenção mais especializada. Alta complexidade em urgência e emergência na área de buco-maxilo-facial é no HUT", destacou o cirurgião.

No ano de 2016, o HUT encabeçou essa mesma lista pela primeira vez realizando 576 cirurgias de face e 352 cirurgias de fratura de face com osteossíntese. Segundo a diretora geral do HUT, Dra. Clara Leal, estas cirurgias são complexas e tem um custo elevado para o Hospital. "Por conta da grande demanda e do fato desses procedimentos serem de alta complexidade, com uso de placas e parafusos para reconstrução da face, o HUT termina ficando com uma despesa muito alta. Para se ter uma ideia em uma cirurgia de reconstrução de face é possível utilizar cerca de 15 placas e até 70 parafusos. Cada placa tem um custo médio de R$ 400,00", ressaltou a diretora.

Entre janeiro e março deste ano, o HUT atendeu 2.410 vítimas de acidentes de trânsito. Dentre estes, 2.045 foram vítimas de acidentes com motocicleta, 94 vítimas de acidentes com carro, 250 atropelamentos e 21 outros meios de transporte. No total geral, o HUT realizou 13.778 atendimentos e 3.215 cirurgias, também entre janeiro e março deste ano.

Classificação

Comentários

Matérias Relacionadas

Apoio: