Saúde

Hospital Getúlio Vargas retira tumor renal com técnica menos invasiva

A técnica permitiu preservar o restante do rim saudável e forneceu ao paciente uma recuperação mais rápida
Fonte: CCOM | Editor: Redação 16/10/2017 13:14
HGV HGVFoto: Ascom HGV

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) tem avançado na realização de procedimentos com utilização de tecnologia moderna, menos invasiva e com resultados mais favoráveis para o paciente. Com a mais recente, o hospital público realizou a Nefrectomia Parcial Laparoscópica que possibilitou a retirada de um tumor renal utilizando uma técnica que preserva o restante do rim saudável, garantindo um tratamento seguro e eficaz ao paciente.

O cirurgião que realizou o procedimento, Aurus Dourado, explica que a nova técnica apresenta resultados equivalentes quando comparado à cirurgia aberta tradicional para a cura do câncer, com o diferencial de apresentar, significativamente, menos dor pós-operatório, um menor tempo de internação, retorno mais precoce ao trabalho e atividades diárias, oferecendo um resultado mais favorável para o paciente. “Esta técnica tem o potencial de manter uma melhor função do rim e reduzir a morbidade cirúrgica”, explica o cirurgião.

Aurus Dourado ainda destaca que o paciente tinha um tumor renal de 5 centímetros, “um caso complicado”, segundo ele, mas que foi possível retirar o tumor preservando o rim do paciente, apenas com a realização de pequenas incisões, o que possibilitou um pós-operatório mais rápido. “No mesmo dia, o paciente foi para a enfermaria e já está de alta”, informou o cirurgião.

Atualmente, este tipo de cirurgia é a técnica indicada para intervenção em pacientes com câncer renal em estágio inicial. "Muitas vezes, é realizada para remover tumores únicos com até 7 cm de diâmetro”, destaca o cirurgião Aurus Dourado.

Comentários

Matérias Relacionadas