Saúde

Hospital Getúlio Vargas realiza 30 cirurgias ortopédicas neste sábado (28)

Serão feitos procedimentos cirúrgicos relacionados a artrose e fraturas de fêmur.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 27/01/2017 11:30
Hospital Getúlio Vargas Hospital Getúlio VargasFoto: Ascom/HGV

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) realiza, neste sábado (28), mais um mutirão cirúrgico ortopédico. A meta é atender 30 pacientes do Ambulatório e da Urgência. Esse será o quarto mutirão do mês de janeiro, beneficiando 115 pessoas nas áreas de ortopedia, oftalmologia e cirurgia geral. Das 13.130 cirurgias que o HGV registrou em 2016, 3.370 foram ortopédicas, que corresponde a 25,67% do total.

Segundo o coordenador do setor de Ortopedia do HGV, o cirurgião Wilson Rodrigues, serão feitos procedimentos cirúrgicos relacionados à artrose e fraturas de fêmur. Segundo ele, com o envelhecimento da população mundial, a artrose do joelho tem se tornado cada vez mais comum em pacientes adultos e idosos. Rodrigues explica que muitos fatores estão relacionados com o aparecimento e desenvolvimento desse problema, dentre eles o envelhecimento, excesso de peso ou de trabalho na articulação acometida, exercícios que exijam impacto repetitivos, história familiar e tabagismo.

Durante o Mutirão serão operados também pacientes com fraturas provocadas por acidentes de trânsito. Como é o caso do aposentado Francisco Bezerra de Sousa, 74 anos, da cidade Barras. Em 2011, ele foi vítima de um acidente de moto, que provocou fraturas na bacia e em uma das pernas. Devido à gravidade dos traumas, o aposentado já foi obrigado a passar por nove procedimentos cirúrgicos, sendo que seis no HGV. "Estou confiante que mais uma vez tudo dará certo, assim como das outras vezes, em que fui bem recebido e atendido aqui no HGV", afirma Francisco Bezerra.

Participam do mutirão, neste sábado (28), os cirurgiões ortopédicos Wilson Rodrigues (coordenador), Francisco das Chagas, Durval Leal, Neomar Soares, Glauson Nascimento, Themístocles Neto e José Sampaio. Os anestesistas Antônio Urias e Hugo Carvalho e os enfermeiros Francisco das Chagas Silva e Joseane Bezerra.

Comentários

Matérias Relacionadas