Municípios

Hospital de Floriano realiza encontros para falar sobre gestação e pós-parto

Uma ação para reforçar os vínculos entre as pacientes e o ambiente da maternidade
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 27/05/2018 10:41
Roda de gestante Roda de gestanteFoto: Ascom

O complexo do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, conta com um Centro de Parto Normal – CPN, especializado no atendimento às gestações de risco habitual, onde o parto natural é incentivado e realizado com equipe multiprofissional. Em média, são realizados 60 partos normais por mês, de pacientes vindas de diversos municípios da região sul do Estado.

Uma das diretrizes do CPN é o acolhimento humanizado, desde a chegada ao ambiente até a alta. A coordenadora da unidade, a enfermeira obstetra Ana Márcia Miranda, explica que são usados métodos e práticas para incentivar o parto natural. “O uso de equipamentos, como bola suíça, a massagem relaxante, banho com água morna, exercício respiratório, ações que estimulam a evolução natural do parto, com menos dores e estresses”, afirma.

Para reforçar os vínculos entre as pacientes e o ambiente da maternidade, agora foi adotada uma tradicional estratégia para acolhimento às mulheres: a conversa para falar sobre tudo que se relaciona a gestação. Em um momento em que as interações sociais são feitas mais em ambiente virtual, a proposta é aproximar-se mais das futuras mamães, conversando, tirando dúvidas e eliminando medos.

"Na roda de conversa falaremos sobre trabalho de parto, parto normal, humanizado, tiramos as dúvidas das gestantes em geral, além das intercorrência que podem ocorrer durante a gravidez e ainda no pós- parto. Também será falado sobre os direitos e deveres das gestantes, como ter acompanhante nesse momento tão especial”, diz a enfermeira.

Também serão apresentados os serviços na assistência às gestantes e aos bebês. “Vamos mostrar os alojamentos, o CPN, como é o atendimento. As equipes também vão mostrar o serviço de fisioterapia, nutrição, psicologia, fonoaudiologia, UTI Neonatal, caso o bebê precise”, conta Ana Márcia.

O Hospital de Floriano, além de ser uma referência na assistência em alta complexidade no interior do Estado, oferta também um serviço de excelência no atendimento materno-infantil. São dez leitos de UTI neonatal, o Centro de Parto Normal, com cinco leitos, a Casa da Gestante e ainda toda estrutura hospitalar para aqueles casos que demandem um atendimento especializado.

A primeira roda de conversa será realizada nesta segunda, 28, a partir das 8h, no Centro de Parto Normal, do Hospital Regional Tibério Nunes. A participação é livre, sem necessidade de inscrição, e é aberta a pacientes tanto do Hospital, como de unidades localizadas nos municípios vizinhos.

Comentários