Polícia

Homem mata esposa, enteado e fere oito pessoas no litoral

O homem usou uma foice para cometer o crime
Fonte: Polícia Miliar | Editor: Alinny Maria 25/01/2018 17:21
Arma utilizada no crime Arma utilizada no crimeFoto: Divulgação PM

Um homem identificado como Manoel de Jesus Alves Pereira, de 42 anos foi preso na tarde desta quinta-feira (25) após matar a esposa, o enteado e ferir oito pessoas com uma foice no residencial Nosso Lar, no município de Cajueiro da Praia, Litoral do Piauí.

As vítimas fatais foram identificadas como como Maria José Alves Pereira, de 40 anos e Diego Alves Pereira de 16 anos. O crime ocorreu por volta das 13h30 de hoje.

De acordo com informações repassadas pela Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR), os vizinhos acionaram a polícia alegando uma briga de casal. Manoel matou a esposa e o enteado com golpes de foice na cabeça. Após o crime, o suspeito saiu correndo e entrou em várias casas ferindo a cabeça das vítimas com a foice.

A polícia conseguiu alcança-lo e ao avistar os policiais, Manoel se jogou no chão e começou a bater com a cabeça em uma pedra. Os policiais conseguiram retirar a foice das mãos dele e o prenderam em flagrante. O suspeito ainda ficou ferido e foi levado para o hospital, em seguida será levado para a delegacia.

Manoel chegou a dizer para a polícia que foi traído pela esposa. A motivação do crime ainda será investigada pela Polícia Civil de Parnaíba.

Vítimas

As oito pessoas que foram feridas por Manoel foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levadas para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA).

A assessoria de comunicação do hospital informou que as cinco primeiras vítimas foram identificadas como:

Maria Vieira da Rocha, 60 anos, que perdeu dois dedos e teve um corte na cabeça. Ela está em estado grave, porém estável.

O filho de Maria Vieira, Gustavo Vieira da Rocha, 29 anos, também recebeu um corte profundo na cabeça e está em cirurgia.

António José de Souza Nascimento, 25 anos, teve um ferimento no pulso. Maria de Nazaré Alves Pereira e Wanderson Pereira da Silva foram feridos com cortes na cabeça.

As outras três vítimas não foram levadas para o HEDA.

Comentários