Saúde

HGV reduz incidência de Lesões por Pressão em pacientes internados

Na ocasião, foi apresentado a redução das Lesões por Pressão em pacientes de 36% em 2015 para 16% em 2017.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 04/04/2017 07:55
HGV HGVFoto: Ascom HGV

Representantes do Hospital Getúlio Vargas (HGV) apresentaram os primeiros resultados positivos durante um I Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, em Porto Alegre-RS, na última quinta e sexta-feira (30 e 31). Na ocasião, a gerente de enfermagem do HGV, Cecília Viana, apresentou as medidas adotadas no hospital para a redução das Lesões por Pressão em pacientes internados de 36% em 2015 para 16% em 2017.

De acordo com Cecília Viana, o objetivo foi apresentar as medidas implantadas para redução da lesão em pacientes internados. Ela explica que uma das medidas foi a colaboração do paciente e acompanhante no tratamento. “Foi elaborado um painel com o fuso horário e afixado em cada leito do hospital para que o próprio acompanhante ou paciente, alerte a equipe de enfermagem para a necessidade de mudança de decúpito (posição) de duas em duas horas. Isso contribuiu para redução das lesões por pressão”, destaca a gerente.

A outra iniciativa, foi a confecção de um macacão em TNT verde, com bolinhas vermelhas, indicando os pontos de pressão no corpo humano. “Isso possibilitou uma visibilidade maior dos pontos frágeis e um melhor aprendizado por parte dos acompanhantes e pacientes”, explica a gerente de enfermagem.

Outra medida importante, segundo Cecília Viana, foi a adesão da gestão na aquisição de curativos adequados a cada estágio das lesões. “Isso fez com que as lesões fossem tratadas adequadamente, proporcionando uma recuperação mais rápida, com redução de custo para o hospital e maior segurança e qualidade para o paciente”, acrescenta.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do HGV, Nirvania Carvalho, as mudanças são significativas para a segurança dos pacientes que precisam desse serviço e redução de índice de infecção hospitalar.

Durante o evento, a programação incluiu ainda palestrantes internacionais abordando, principalmente, liderança para envolvimento médico e programas que minimizem os riscos ao paciente durante período de internação. Participaram do encontro, o superintendente de Assistência à Saúde, Cel. Gerardo Rebelo e equipe técnica que compõe o Núcleo de Segurança do Paciente do HGV.

PACIENTE SEGURO - Coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento, do Rio Grande do Sul, o Programa de Segurança do Paciente e Desenvolvimento de Ferramentas de Gestão, Educação e Práticas Compartilhadas é uma parceria com o Ministério da Saúde que visa melhorar a segurança do paciente em hospitais públicos localizados em todas as regiões do país, com base no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP).

O Ministério da Saúde orienta o uso de seis protocolos básicos, que fazem parte do PNSP, para prevenir e reduzir a incidência de eventos adversos nos serviços de saúde públicos e privados. São eles: identificação do paciente, prevenção de úlcera por pressão, segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos, cirurgia segura, prática de higiene das mãos em serviços de saúde e prevenção de quedas.

Comentários

Matérias Relacionadas