Saúde

HGV realiza mais de 13 mil cirurgias em 2016

O hospital também aumentou o número de consultas e exames.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 25/01/2017 11:10
Mutirão de cirurgias no Hospital Getúlio Vargas Mutirão de cirurgias no Hospital Getúlio VargasFoto: Ascom HGV

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) realizou, em 2016, 13.130 cirurgias, o que representa um aumento de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são do Relatório da Assessoria de Planejamento do HGV.

Segundo a diretora-geral, Clara Leal, o maior ganho para a população foi a redução do tempo de espera por um procedimento no hospital. Ela explica que, no início de 2014, quando assumiu a direção do HGV, existiam na fila de espera pessoas que aguardavam por um procedimento cirúrgico há mais de três anos. Atualmente, esse tempo foi reduzido para uma média de 40 dias.

“Passamos a acompanhar de perto a fila, fizemos uma revisão do número de pessoas e, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, passamos a realizar mutirões, abrimos o centro cirúrgico aos sábados e feriados e conseguimos ampliar o número de procedimentos e reduzir o tempo de espera”, destaca Clara Leal.

De acordo com a diretora, em 2017, a expectativa é que a oferta de cirurgias seja ampliada ainda mais, considerando a abertura de mais sete salas cirúrgicas, já concluídas, que vão possibilitar a revitalização completa do Centro Cirúrgico do HGV.

Consultas e exames

Em relação aos atendimentos ambulatoriais, também houve um incremento no número de consultas com a abertura do Ambulatório do Trabalhador no turno da noite. Foram realizadas em 2016, 63.131 atendimentos, uma média de 5.261 consultas por mês.

“Aumentamos a oferta de consultas em especialidades onde a demanda era maior, como neurologia, ortopedia, oftalmologia e ginecologia e também ampliamos o número de pessoas atendidas por profissional, passando de 11 para 16. Isso possibilitou um incremento tanto no número de consultas quanto de exames”, destaca a diretora.

Em relação aos exames, foram realizados 153.738 exames em 2016.

Comentários

Matérias Relacionadas