Geral

Governo trata com diretoria da Suzano sobre investimentos no Piauí

Empresa garantiu que contratos já firmados serão cumpridos
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 19/02/2018 15:23
Governador se reúne com diretoria da Suzano Governador se reúne com diretoria da SuzanoFoto: Ascom

O governador Wellington Dias, acompanhado da secretária de Estado da Educação, Rejane Dias, reuniu-se, nesta segunda-feira (19), em São Paulo, com o diretor de Assuntos Institucionais da Suzano Papel e Celulose, Pablo Gimenez Machado, e diretor Jurídico da empresa, Carlos Eduardo Pivato Esteves. Os investimentos da empresa no Piauí foram pauta do encontro.

A Suzano Papel e Celulose se posicionou de forma definitiva sobre os investimentos no estado garantindo que os contratos já firmados serão cumpridos. "Temos dezenas de investidores que acreditaram na Suzano e aguardam oportunidades para movimentar os investimentos. Estima-se que, entre recursos da Suzano e privados entusiasmados para vender eucalipto para a empresa, cerca de R$ 400 milhões foram investidos no estado" explicou Pablo Gimenez.

"Nosso compromisso era de priorizar a planta do Piauí, mas pela conjuntura e planos da empresa precisamos frear os investimentos. No entanto, além de cumprir com os contratos firmados, a empresa estará aberta para ajudar o Governo do Piauí em acordos com outros investidores na área de biomassa ou celulose", disse Machado.

Para o governador, o estado tem potencial nessa área e encontrará uma alternativa para as empresas que já investiram e também para futuros investidores. "Afinal, são investidos na casa dos R$ 4 bilhões e são gerados de 3 a 4 mil empregos. O Piauí não pode deixar de abrir oportunidades como indutor e parceiro para o desenvolvimento", pontuou Wellington.

O chefe do Executivo piauiense ainda tratará, em viagem a Portugal, sobre o assunto com investidores interessados. "Nesta agenda futura, espero abrir portas para esse entendimento. Estou animado e acredito que conseguiremos novos investidores e o Piauí será importante parceiro, junto ao governo federal e municípios", finalizou Dias.

Comentários