Política

Governo Temer libera apenas R$ 118 milhões de emendas

Marcelo Castro avisou que a bancada federal vai cobrar o restante no segundo semetre
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Paulo Pincel 15/06/2017 07:34
Deputado federal Marcelo Castro (PMDB) Deputado federal Marcelo Castro (PMDB)Foto: Paulo Pincel

O governo Temer liberou apenas metade dos R$ 224 milhões de emendas impositivas a que tem direito a bancada federal do Piauí. A reclamação é do deputado federal Marcelo Castro (PMDB) que avisou: nos vamos cobrar o restante dos recursos no segundo semestre.

"É evidente que nós não vamos ficar parados e no segundo semestre com certeza nós vamos, a bancada toda unida, cobrar o restante”, prometeu o parlamentar.

Dos R$ 224,6 milhões de emendas, R$ 94,6 milhões serão destinados à duplicação da BR-343 e mais R$ 130 milhões para a Saúde. Desse montante, foram liberados pouco mais de R$ 118 milhões, que serão redistribuídos da seguinte forma: R$ 27 milhões para a BR-343 e R$ 91 milhões a saúde nos municípios.

"O corte foi muito profundo. Na verdade, foi um corte muito além do que se esperava, porque essas emendas são impositivas, não está na faculdade do presidente liberar ou não. Elas são impositivas. Ele contingenciou alegando a situação que o país está vivendo. Contingenciou também as emendas individuais, que nós temos direito a R$ 15 milhões e só foram liberados R$ 5 milhões", reclamou o deputado.

Comentários