Política

Governadores do NE se reúnem na terça-feira em Teresina

O objetivo é discutir a implantação de uma operação nacional de segurança
Fonte: Celina Honório | Editor: Paulo Pincel 02/03/2018 16:24
Reunião de governadores com Michel Temer Reunião de governadores com Michel TemerFoto: André Oliveira

Teresina vai sediar, na próxima terça-feira (6), a patir das 8h, no Espaço Coco Bambu , o Encontro de Governadores do Nordeste para discutir a implantação de uma operação nacional de segurança que reúna todas as forças policiais, além da questão de equipamentos e infraestrutura para o combate à criminalidade nos estados.

Outro ponto que será articulado é a criação de um fundo nacional que, somado aos recursos do Tesouro Estadual e da União, possa ser destinado às ações da segurança pública.

De acordo com o secretário de Governo, Merlong Solano, os governadores do Nordeste entenderam a necessidade de organizar uma reunião específica da região, a fim de discutir a temática e poder fazer uma interlocução articulada e organizada com o governo federal a respeito do tema. “A ideia surgiu após o governador participar de uma reunião em Brasília com os governadores de todos os estados do Brasil e o presidente Michel Temer sobre a questão da segurança. A proposta a ser trabalhada no encontro é realizar um diagnóstico e discutir as saídas para melhorar as políticas públicas acerca da temática”, explicou o gestor.

O secretário ressaltou que a expectativa do governador Wellington Dias e dos demais governadores do Nordeste é que se crie um sistema estável e regular de financiamento, que permita aos estados fortalecer a segurança em termos de equipamento, inteligência, reforço na contratação de pessoal e de políticas salariais.

“A meta é agregar as ações de segurança. Trabalhando de maneira coordenada no âmbito estadual, integrando as polícias Militar e Civil, a Federal, a Polícia Rodoviária Federal, e os sistemas penitenciário e judiciário. Além disso, integrar os estados com a União, que também tem a sua parcela de responsabilidade no que tange ao controle das fronteiras, no uso das forças armadas e partilhando a sustentação financeira da segurança”, destacou Merlong.

Custeio para a segurança

Para o governador Wellington Dias, é importante que o Congresso Nacional aprove uma nova fonte de recursos para o financiamento da segurança pública, como a criação de um fundo nacional semelhante ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “No encontro que tivemos ontem em Brasília foi proposto a criação uma linha de crédito oferecida pelo BNDES aos estados que pode chegar a R$ 42 bilhões. É uma iniciativa louvável, no entanto é aquém do necessário, porque precisamos de recursos para custeio e o financiamento do BNDES só permite que sejam feitos investimentos”, analisou o chefe do executivo estadual.

Comentários