Política

WDias reúne gestores e define metas para o 4º mandato

O plano de governo contém sete eixos estratégicos e um eixo de infraestrutura
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 07/05/2019 12:56
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: PAULO PINCEL/PH

Na primeira reunião com os novos gestores do primeiro escalão, na manhã desta terça-feira (7), no auditório da Secretaria de Estado da Cultura, na Praça da Bandeira, em Teresina, o governador Wellington Dias (PT) apresentou os oito eixos prioritários do programa de governo para o quarto mandato. As metas incluem sete eixos estratégicos e um eixo de infraestrutura.

Os eixos estratégicos são: geração de renda, inclusão socioprodutiva e qualidade vida; acesso à saúde e vida saudável; educação de qualidade, inclusiva e para formação humana; segurança, prevenção e direitos humanos; gestão eficiente e participação social; meio ambiente, sustentabilidade e recursos hídricos; políticas inclusivas e defesa das minorias, além de infraestrutura para o desenvolvimento e qualidade de vida.


Governador do Piauí, Wellington Dias
A primeira reunião de secretários no auditório da Secretaria de Cultura [Fotos: PAULO PINCEL/PH]

O governador disse que neste primeiro momento cada equipe terá que fazer um apanhado e ver o que está pronto para inaugurar, o que está em andamento e quais providências devem ser tomadas para garantir a conclusão de obras, equipamentos, programas ou ações.

“Com o novo secretariado vamos preparar uma carteira de novas ações em razão das perspectivas que temos de novos investimentos. Até o mês de agosto ou setembro, nós estamos trabalhando para completar a implementação das medidas que trabalhamos no início do ano. Várias áreas estão no perdido de transição e agora vamos completar essas medidas e teremos um resultado de condições de equilíbrio do Estado”, diz o governador.

Governador do Piauí, Wellington Dias
Wellington Dias fala aos gestores na primeira reunião do novo secretariado [Fotos: PAULO PINCEL/PH]

Para o governador, a prioridade será manter o equilíbrio da gestão para ter condição de estabelecer parceria com a União, fazer convênios e adquirir recursos.

"Ao completar essas medidas, teremos como resultado as condições de equilíbrio do Estado, de olhar para frente e trabalhar as condições de investimento, tendo a perspectiva de seguir avançando com vista nesse equilíbrio. Assim, no futuro poderemos conseguir parcerias com a União, além de fazer convênios, tomar um financiamento ou um crédito e, garantir condições de investimentos com receita própria”, continuou, antes de abrir a reunião.

Comentários