Municípios

Governador garante conclusão da barragem

Outras obras para o interior também foram discutidas em agenda com parlamentares e Caixa.
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 09/01/2019 16:15
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: Paulo Barros/CCom

O governador Wellington Dias se reuniu na manhã desta quarta-feira (9) com parlamentares no Palácio de Karnak. Na ocasião o chefe do executivo tratou de obras para o interior do estado e também recebeu representantes da Caixa Econômica Federal, para conversar sobre a liberação de recursos federais. A barragam de Atalaia e o Centro de Comercialização de Piripiri estão entre as pautas tratadas.

Em reunião com o deputado Fernando Monteiro, o governador deliberou sobre a contrapartida do governo do Estado para a conclusão da barragem. Dias se comprometeu eu assumir o assentamento das famílias removidas com a construção da obra, previsto em R$ 6,6 milhões. Com capacidade prevista para 211 milhões de metros cúbicos de água, a Barragem de Atalaia vai beneficiar diretamente os município de Corrente, Sebastião Barros, Cristalândia e Parnaguá.

Para o governador, a obra é essencialmente estratégia para a região. “Vai causar um bom investimento para abastecimento humano e irrigação, animal, ou seja, a própria perenização do rio Paraim e Corrente, contribuindo com o desenvolvimento local”, informou Dias.

Na reunião com o parlamentar também foram tratadas obras para as cidades de Campinas e Ribeira do Piauí. “Calçamento em Ribeira e asfalto em Campinas e as outras obras que estão sendo feitas pelo Finisa e está tudo tendo andamento normal”, avalia o deputado Fernando Monteiro.

Deputado Nerinho
Com o deputado estadual José Icemar Lavôr Néri, o Nerinho, o governador tratou sobre obras estruturantes para a economia local de algumas regiões. Um exemplo é o Centro de Comercialização da Área Têxtil, em Piripiri. “Uma obra que está muito próxima da conclusão. Autorizei a (Secretaria de) Fazenda a adiantar uma parcela agora em fevereiro que está pronta para liberação. É uma região que tem muitas fábricas de confecção”, assinalou Dias, apontando para a efetivação de uma Parceria Público Privada para funcionamento do centro.

Caixa Econômica

No início da tarde, Wellington se reuniu com o superintendente regional da Caixa, Elizomar Guimarães com quem tratou sobre a liberação de investimentos. “São cerca de 1 bilhão e 600 milhões de convênios, alguns deles dependendo de decisão judicial do governo federal, outros de providências por parte de órgãos estaduais. O objetivo é dar total celeridade ao que depende do Estado e trabalhar audiências junto aos ministérios, estatais e órgãos federais para que possamos aplicar esses recursos, circular na economia do estado do Piauí”, afirmou o governador.

Comentários

Apoio: