Geral

Governador discute estratégias para o combate à estiagem na Paraíba

Os governadores e bancada federal do Nordeste irão a Brasília solicitar ao Governo Federal políticas públicas de ajuda
Fonte: CCOM | Editor: Redação 02/11/2017 09:21
Governador discute estratégias para o combate à estiagem Governador discute estratégias para o combate à estiagemFoto: Ascom

O governador Wellington Dias esteve reunido com a vice-governadora da Paraíba, Ana Lígia Costa; o deputado federal da Paraíba, Damião Feliciano; e o deputado estadual do Maranhão, Othelino Neto, nesta terça - feira (1), em João Pessoa, onde trataram sobre projetos e programa na área dos recursos hídricos.

Na oportunidade, reforçaram a importância da união dos estados do Nordeste para juntamente com a bancada federal nordestina, lutarem para conseguirem do Governo Federal apoio para os municípios que estão em estado de emergência. Na próxima semana, os governadores e bancada federal do Nordeste irão a Brasília solicitar ao Governo Federal políticas públicas que ajudem esses estados, que estão sofrendo com a seca.

De acordo com o chefe do executivo estadual do Piauí, Wellington Dias, todos os Estados com decretos de emergência, em razão da estiagem, reclamam da falta de parceria do Governo Federal para abastecimento de água das comunidades rurais e cidades atingidas, como sempre aconteceu, em cada período de estiagem no Nordeste. A novidade é a falta de água crescente em zonas urbanas maiores, sede de municípios. E também a seca chegando ao Maranhão.

"Acertamos de agenda conjunta de todo o Nordeste, bancada federal e governadores para tratar do apoio e parceria com a União" anunciou o governador Wellington Dias. "Nossa força é a nossa união", disse.

A vice-governadora da Paraíba, Lígia Costa, ressaltou a importância da agenda, pois na Paraíba são 196 municípios com decretos de emergência.

Já o deputado estadual, Othelino Neto, afirmou que no Maranhão os municípios também sofrem pela falta de água e são atendidos pelo Estado com carro pipa.

A estimativa é de que cerca de 4,5 milhões de pessoas em todo o Nordeste foram atingidos por esta estiagem que já chegou em regiões do nordeste brasileiro pelo sexto ano.

Comentários

Matérias Relacionadas