Entretenimento

Gisele faz campanha para alertar sobre perigos de plástico no mar

A ação é parte de uma ação da UNE, sigla em inglês do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 05/06/2018 15:40
Gisele Bündchen Gisele BündchenFoto: Reprodução

Gisele Bündchen, 37, usa constantemente suas redes sociais para alertar seus seguidores sobre causas relacionadas ao meio ambiente. Nesta terça (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, a modelo publicou um vídeo chamando a atenção para o uso indiscriminado de sacolas plásticas.

"Neste dia Mundial do Meio Ambiente todos nós podemos ajudar a acabar com a poluição plástica. Você sabia que 500 bilhões de sacolas plásticas são usadas ao redor do mundo a cada ano? E muitas delas acabam no oceano, matando peixes, baleias e até pássaros", diz ela.

A campanha é parte de uma ação da UNE, sigla em inglês do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. No vídeo, a modelo chama a atenção para outro dado alarmante: "Plástico está em toda parte e se não pararmos com a poluição plástica agora, em 2050, teremos mais plástico no oceano do que peixes."

Gisele deixa como dica utilizar sacolas retornáveis e estimula que seus seguidores se comprometam com a causa. Na postagem, ela marca a apresentadora Bela Gil, também engajada em causas pelo meio ambiente, convidando-a para participar dessa corrente de vídeos com dicas sustentáveis.

ATIVISMO

No último ano, a atriz também se posicionou em suas redes sociais sobre o decreto do presidente Temer (PMDB) que extingue reserva na Amazônia para ampliar exploração mineral. Para ela, a atitude é uma "vergonha".

"Estão leiloando nossa Amazônia", disse a modelo no Twitter, em agosto de 2017. "Não podemos destruir nossas áreas protegidas em prol de interesses privados", completou.

Em junho, a modelo também recorreu ao microblog para pedir que Temer vetasse a diminuição da área preservação da Amazônia.

Os textos da artista, com versões em inglês e português, remetiam ao site da ONG WWF Brasil, que fez campanha pelo veto integral das medidas provisórias 756 e 758 que reduzem a proteção de 597 mil hectares de áreas na Amazônia. Dias depois, o mandátario respondeu a modelo, também pelo Twitter.

"Vetei hoje integralmente todos os itens das MPs que diminuíam a área preservada da Amazônia", disse o mandatário em tuíte marcando o perfil da modelo e da ONG WWF no microblog. Com informações da Folhapress.

Comentários