Polícia

Garoto encontrado em cela de presídio será afastado dos pais

A decisão é da juízada infância e da Adolescência de Teresina, Maria Luíza de Mello
Fonte: Redação 04/10/2017 14:22
Dra. Maria Luisa Dra. Maria LuisaFoto: Divulgação

A juíza da infância e da Adolescência de Teresina, Maria Luíza de Mello de Freitas, decidiu que o garoto de 11 anos encontrado em cela na Penitenciária Agrícola Major César deve ficar afastado dos pais, assim como os outros três filhos do casal Gilmar Francisco Gomes, de 48 anos, e Sebastiana Rodrigues Gomes. O garoto vai ficar em um abrigo até que o inquérito do caso seja concluído.

A criança foi encontrada pelos agentes penitenciários na cela de Ribamar, na Major César Oliveira, depois que os pais foram embora no sábado (30). Ribamar é padrinho de um dos cinco filhos do casal e amigo de Gilmar Gomes, que também foi preso por estuprar uma menina de 12 anos em Alto Longá. Gilmar cumpre pena no regime semiaberto há seis meses.

"Eu não sabia que ia dar essa confusão. Eu deixei o meu filho a pedido dele porque eu ia voltar no outro dia", confessou Gilmar, arrependido.

Sebastiana Gomes não autorizou o filho a ficar no presídio após a visita de sábado. A decisão foi do pai da criança, afirmou em depoimento à polícia.

A Promotoria da Infância e da Juventude acompanhou o depoimento do casal e também vai ouvir a criança e o detento. A Seceretaria de Estado da Justiça abriu sindicância para apurar o fato. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar se houve crime contra o menino e responsabilizar criminalmente os responsáveis.

Comentários