Cidade

FWF finaliza o ano com cerca de 15 mil atendimentos

Ações continuarão em 2018
Fonte: Prefeitura de Teresina | Editor: Redação 30/12/2017 11:08
Fundação Wall Ferraz Fundação Wall FerrazFoto: Prefeitura de Teresina

No mês em que completa 20 anos, a Fundação Wall Ferraz, órgão da Prefeitura de Teresina responsável por realizar qualificação e capacitação profissional de jovens e adultos do município, ofereceu uma ampla oferta de cursos profissionalizantes, oficinas, workshops e atendimentos de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Foram atendidas cerca de 15 mil pessoas em toda capital.

Os 12 Centros de Capacitação, distribuídos em todas as zonas da cidade, qualificaram mais de 1.200 alunos em cursos de diversas áreas como operador de call center, operador de microcomputador, cuidador de idoso, cabeleireiro, agente de portaria, recepcionista, artesanato, eletricista predial e bombeiro hidráulico.

Este ano o número de evasão foi pequeno, chegando a apenas 15% dentro do projeto “Profissionalizar Teresina”, que oferece cursos em parceria com entidades comunitárias, sociedade civil e outras secretarias municipais. Foram 1.095 vagas distribuídas em cursos no Museu de Arte Sacra, que fica no Parque da Cidadania, no Parque Lagoas do Norte, em Associações de Moradores, e, nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) para pacientes. Em 2017 também foram atendidas pessoas acometidas pelo câncer, em ações que contribuem para o tratamento e geram oportunidade de renda e ocupação.

Foram cerca de mil pessoas atendidas através dos workshops do Balcão do Trabalhador em cursos de marketing pessoal, elaboração de currículo, como se comportar em entrevistas de emprego, através de atendimento direto com orientação profissional.

Além dos cursos profissionalizantes, a FWF realizou ações voltadas para inserção profissional para pessoas em situação de risco social. 25 pessoas em situação de rua receberam formação profissional através de oficina de empreendedorismo. Também foram oferecidos dois cursos para adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas: técnicas de vendas para adolescentes do sexo masculino e curso de maquiagem para jovens do sexo feminino.

Também foram qualificados os permissionários do novo Mercado do São Joaquim, e do novo Mercado do Jacinta Andrade, ambos na zona Norte de Teresina. Os profissionais concluíram os cursos de “Higienização e Manipulação de Alimentos” e “Gestão de Negócios”

“O intuito do curso é capacitar os permissionários do mercado Jacinta Andrade para que os mesmos possam gerir seu negócio e prestar um serviço de qualidade aos clientes, enfocando na economia solidária e na gestão compartilhada com o município”, afirmou Samara Pereira, presidente da FWF.

Os povos das comunidades tradicionais de terreiro da capital também foram atendidos pela FWF com um o projeto em parceria com a Fundação Banco do Brasil. Aproximadamente 200 pessoas participaram do projeto Sustentabilidade de Povos de Comunidades Tradicionais de Terreiros de Teresina, onde tiveram oficina de artesanato, incentivando o desenvolvimento da economia criativa baseada na pluralidade da cultural brasileira e o fortalecimento do protagonismo das comunidades, além do combate à discriminação baseada em diferenças culturais de crença e etnia.

A Fundação Wall Ferraz atendeu cerca de 6 mil pessoas através de ações de cidadania, oferecendo serviços como corte, maquiagem e outros dentro de eventos realizados na capital.

Qualificatur

Melhorar serviços turísticos da cidade, formando renda esse é o objetivo do QualificaTur, um projeto que se inclui no conjunto de ações de profissionalização da Fundação Wall Ferraz e se dirige ao mercado de turismo formal e informal.

Em 2017, Foram 80 vagas em 4 cursos: Organizador de Eventos, Mensageiro em Meios de Hospedagem, Inglês para conversação e Qualidade no Atendimento ao Público. O projeto terá continuidade no ano de 2018, visando atender às necessidades do mercado com mais pessoas qualificadas na área de turismo.

Balcão do Trabalhador

O Balcão do Trabalhador qualificou 200 jovens e adultos que realizam curso de ensino fundamental Educação de Jovens e Adultos (EJA) e também realizou a I Feira do Emprego, que teve parceria de empresas de médio e grande porte. Uma grande ação que movimentou o mercado de trabalho.

“Reunimos uma grande quantidade de vagas pra encaminhar trabalhadores para empregos. Mesmo nesse momento de crise, o prefeito Firmino Filho tem prezado para que sejam mantidos os recursos da FWF para atender as demandas do mercado”, finalizou Samara Pereira.

Comentários