Entretenimento

MC Mirella é investigada por tráfico de adolescentes para exploração sexual

A artista, de 21 anos, com mais de 10 milhões de seguidores no Instagram, classificou as acusações como "um absurdo", mas confirmou a existência da conversa.
Fonte: Extra.globo.com | Editor: Da Redação 21/04/2019 11:16
MC Mirella MC MirellaFoto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou uma investigação sobre a participação da funkeira MC Mirella em suposta prática de tráfico internacional de crianças e adolescentes para fins sexuais. Há cerca de uma semana, no último sábado, uma jovem de 17 anos relatou, nas redes sociais, uma suposta conversa com a cantora, que teria ocorrido em novembro de 2017, quando ela ainda tinha 16 anos. No diálogo, Mirella teria oferecido até R$ 5 mil para que a adolescente passasse um final de semana "com um amigo", identificado como um empresário do Paraguai. A artista, de 21 anos, com mais de 10 milhões de seguidores no Instagram, classificou as acusações como "um absurdo", mas confirmou a existência da conversa.

Ao determinar a instauração de uma "notícia fato", o procurador da República Wesley Miranda Alves frisou ter sido informado sobre o caso pelas próprias redes sociais, por onde recebeu "vídeos e mensagens postados por uma das supostas vítimas". O procurador, porém, solicitou, no documento, que o caso fosse remetido à Procuradoria da República no Município (PRM) de Foz de Iguaçu, no Paraná, onde mora a jovem que fez a denúncia.

A jovem, cuja identidade foi preservada, afirma ter sido abordada pela cantora na época do suposto diálogo. Nas imagens expostas, Mirella inicia uma conversa com a adolescente oferecendo R$ 2 mil e passagens de ida e volta, além de "despesas" necessárias, para passar um final de semana saindo "com um amigo".

A versão da cantora

Por meio de um vídeo, a MC publicou em suas redes sociais oficiais uma nota de esclarecimento. A funkeira considerou as acusações como inverdades e disse não ter nada contra quem adota práticas como as que ela estava sendo acusada — aliciamento de menores de idade. Por meio de assessoria, a cantora esclareceu que se referia a "não se intrometer na forma em que as pessoas ganham a vida".

"Eu não tenho nada contra quem faz esse tipo de coisa que você me acusou e não julgo a vida de ninguém", afirma Mirella.

A funkeira prossegue dizendo que não deseja mal à adolescente, mas alega que não sabia que ela era menor de idade. Mirella atribui a falta de conhecimento pelo fato de a jovem ter fotos "muito desenvolvida" e se classificar como modelo na biografia do perfil na rede social.

Segundo a MC, a adolescente estaria tentando ganhar fama com a denúncia. Mirella também questiona o fato de caso vir à tona após quase dois anos. A funkeira diz que a jovem terá de provar as acusações.

"Por que depois de dois anos você quis vir com isso à tona? Você sabia que causou uma represália? As pessoas que foram assistir meu show podiam me humilhar, me agredir. Isso é muito esquisito, muito estranho", desabafa.

Com informações Extra.globo.com

Comentários

Apoio: