Cultura

Fundação Monsenhor Chaves lança projeto "Arte que toca gente"

A ação tem como objetivo levar alegria por meio da música para entidades filantrópicas do município
Fonte: PMT | Editor: Redação 16/11/2017 16:08
Foto FotoFoto: Reprodução

A Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, iniciou nesta quinta-feira (16) o projeto "Arte que toca gente" que tem como objetivo levar alegria e amor por meio da música para entidades filantrópicas da capital. Nesta manhã, a visita aconteceu no Abrigo São Lucas, zona Leste da cidade.

A apresentação contou com a participação do acordeonista Luiz Marcos, conhecido como "Pimba" da Orquestra Sanfônica de Teresina. Por cerca de trinta minutos, o músico tocou diversas canções conhecidas como Asa Branca e Esperando na Janela.

De acordo com a assistente social da casa, Fernanda Almeida, o contato com a música ajuda a desenvolver a auto estima e a interação dos idosos. "Música é vida e pra eles é um momento gratificante. Eles aceitam e pedem sempre, pois é algo que fica na memória. A música é uma terapia de força que ajuda a melhorar os dias, além de deixa-los mais felizes", disse.

Atualmente o Abrigo São Lucas, mantém 60 idosos sendo 24 homens e 36 mulheres. Com a missão de proporcionar atendimento para pessoas idosas, o local está aberto a visitação durante todos os dias. A casa fica localizada na Avenida Nicanor Barreto, 5280, Vale Quem Tem.

Comentários