Educação

Fórum das Profissões cobra fiscalização das instituições de ensino à distância

Fonte: Da Redação 23/06/2017 17:37
Discussão do Fórum das Profissões Discussão do Fórum das ProfissõesFoto: Divulgação

Debatendo pautas comuns às entidades, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, promoveu na tarde desta sexta-feira (23), a primeira reunião do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordem das Profissões Regulamentadas do Estado do Piauí. O evento aconteceu na Sala do Conselho e contou com a presença dos representantes de conselhos regionais.

O Fórum teve o objetivo de permitir às instituições o debate de temas ligados à sociedade, como segurança pública, saúde, trânsito, desenvolvimento urbano, entre outros.

“Espero que esse seja o primeiro de muito os Fóruns. Juntos somos mais importantes, pois representamos os profissionais liberais do Brasil. Estamos dando início a essa integração para estabelecer as prioridades e buscar soluções mais viáveis, consequentemente o fortalecimento dos Conselhos”, ressaltou o presidente da OAB-PI, Chico Lucas, sobre a importância do Fórum e das parcerias.

O encontro debateu sobre as formações profissionais, por meio do Ensino à Distância (EaD). Sobre isso, os representantes dos Conselhos relataram a necessidade de unir forças para realizarem estudos que fiscalizem as possíveis irregularidades por parte das Instituições, que realizam cursos sem aprovação do Ministério de Educação e Cultura (MEC).

Outro ponto abordado foi sobre as inadimplências existentes nos Conselhos e as dificuldades das cobranças. Gestão, transparência e a atuação do Tribunal de Contas da União (TCU) nos Conselhos Regionais também integraram a discussão.

O presidente do Conselho Regional de Psicologia e coordenador do Fórum, Eduardo Moita, destacou que a reunião será responsável por fomentar o conhecimento entre as categorias e busca pela coletividade. “Estabelecendo as prioridades, precisamos agora trabalhar junto Ministério Público, Ministério da Educação, da Saúde, Governo do Estado, Assembleia, Câmara dos Deputados e com o Senado para buscar parcerias, sobretudo soluções”, disse.

Comentários