Saúde

FMS lança V Campanha de Hanseníase e Verminoses

Campanha busca diagnosticar, tratar e conscientizar estudantes de escolas públicas
Fonte: Prefeitura de Teresina | Editor: Redação 18/12/2017 13:28
FMS FMSFoto: Ascom

Fundação Municipal de Saúde (FMS) lançou, na manhã desta segunda (18), a V Campanha Nacional de Hanseníase, Verminose, Tracoma e Esquistossomose em Teresina. O público alvo da campanha são estudantes na faixa etária de 5 a 14 anos das escolas públicas municipais e estaduais de Teresina, aproximadamente 75 mil escolares em 303 escolas municipais e 40 estaduais.

A abertura da campanha aconteceu na Escola Municipal Tio Bentes, zona leste da cidade. “O objetivo desta iniciativa é reduzir a carga parasitária de verminoses em escolares do ensino público fundamental e identificar casos suspeitos de hanseníase”, explica Amparo Salmito, médica infectologista da Gerência Epidemiológica da FMS.

Ziele Maria, de 8 anos, aluna da Escola Tio Bentes, sabe a importância dessas ações. “Muito bom saber mais sobre as doenças. Eu sempre tomo cuidado para estar sempre lavando as mãos antes das refeições e depois de ir ao banheiro, pois previne as verminoses”, disse a menina.

A capital do Piauí, devido a sua alta taxa de detecção anual de casos novos de hanseníase, enquadra-se como prioritário e tem aderido à Campanha Nacional de Hanseníase, Verminose, Tracoma e Esquistossomose desde 2013. Por ocasião da primeira edição foram diagnosticados três casos de hanseníase; em 2014 foram sete casos; em 2015, 11 casos e na IV edição, entre 1.703 escolares examinados com manchas, oito foram diagnosticados para hanseníase.

Utiliza-se como medicamento para profilaxia das verminoses Albendazol 400 mg, via oral, dose única, sob a supervisão de um profissional da Estratégia de Saúde da Família. Para identificação dos casos de hanseníase é adotado o “método do espelho”, que consiste no preenchimento da ficha de autoimagem para identificação de escolares que apresentem sinais e sintomas sugestivos de hanseníase. A ficha é distribuída aos escolares, preenchida pelos pais e/ou responsáveis e devolvida para a escola em, no máximo, dois dias.

“A campanha é uma ação de grande importância para a saúde pública de nosso município. A escola municipal Tio Bentes sempre foi parceira da Estratégia Saúde da Família por acreditarmos que esses profissionais são fundamentais no processo de sensibilização sobre as diversas doenças. Sabemos da gravidade da hanseníase, que se não tratada a tempo pode causar sequelas no corpo. Bem como a verminose, que alem da anemia, dores abdominais, perda de peso e retardo do crescimento também compromete a aprendizagem da criança, por isso a prevenção e a melhor saída”, expôs a diretora da Escola Tio Bentes, Maria José Formiga.

A V Campanha de Hanseníase e Verminoses foi lançada em Teresina agora em dezembro, em janeiro de 2018 haverá reuniões com gestores de escolas e Equipes de Saúde da Família e a execução da campanha, com busca ativa, acontece a partir de fevereiro.

Comentários

Matérias Relacionadas