Cultura

FM Cultura de Teresina comemora 21 anos valorizando a cultura local

A rádio está na frequência 107,9, streaming no site da Semcom, em seu site próprio e aplicativo
Fonte: PMT | Editor: Redação 25/01/2018 10:45
FM cultura FM culturaFoto: Reprodução

É com o objetivo de difundir a cultura local que há 21 anos a rádio FM Cultura de Teresina está no ar. E para comemorar seu aniversário, funcionários e convidados participam de uma noite de confraternização na Oficina da Palavra, amanhã (26), a partir das 19 horas. Drica Veras, produtora e locutora da rádio, adianta que a comemoração irá iniciar com uma palestra do professor Cineas Santos, sobre o passado e atualidade da cultura piauiense.

“Em seguida, haverá uma palestra motivacional com professor Benigno Soares, do Senac. Depois das palestras, teremos um coffee break com apresentações musicais e sorteio de brindes. Uma das atrações será a banda Radiofônicos, cujo vocalista, Henrique Douglas, também é um dos locutores da rádio FM Cultura”, diz Drica Veras.

Para o poeta e escritor, Cineas Santos, a rádio tem uma função muito intensa ainda hoje no nosso país. Ele explica que o homem é um animal cuja existência é toda pautada por símbolos, então, essa simbologia precisa ser preservada e, por isso, a comemoração do aniversário da rádio - que de fato fez aniversário no dia 30 de dezembro - é uma iniciativa muito válida.

“Eu não hesitaria em afirmar que as grandes transformações, inclusive o deslocamento de populações do campo para a cidade, tudo se deveu muito por causa da presença do rádio. Ele ainda é ouvido com muita frequência. As pessoas ouvem, discutem, participam. Por isso, um evento como o dia 26 é uma iniciativa louvável sob todos os aspectos”, completa Cineas Santos.

Programação é pautada na valorização da cultura local

Toni Rodrigues, diretor da emissora, ressalta que a programação da rádio é pautada em prol valorização da cultura local, dos artistas da terra e da noite teresinense. “Então, essa programação é montada com base no histórico da própria rádio e no perfil que ela tem: institucional e com o objetivo de difundir a cultura de Teresina e do Estado do Piauí, seja através das músicas ou das artes de um modo geral”, diz.

O diretor acrescenta que a FM Cultura de Teresina também abre espaço para discutir os temas impactantes na sociedade moderna, no entanto, de uma forma bastante didática. “Não divulgamos apenas os fatos, procuramos mostrar os impactos dos acontecimentos na vida das pessoas, o que tem de interesse para a vida em sociedade, ou seja, procuramos cumprir uma função social sempre buscando informações junto aos especialistas em cada assunto”, explica.

O cuidado com a programação da rádio é o que faz com que, hoje, ela seja bastante variada, englobando vários temas, deste cultura, esportes, segurança, etc. E, além de tudo, busque a interação com o ouvinte. “Nosso papel é mostrar o problema e buscar a solução, dizer de quem é responsabilidade, apontar alternativas para que o cidadão também participe”, acrescenta Toni Rodrigues.

Paralela à busca pela variedade, a equipe da FM trabalha sempre para atingir o máximo de qualidade. “A maioria das pessoas que escutam a FM Cultura possui entre 25 e 49 anos de idade, mas, de modo geral, são pessoas que consomem música e discussões de qualidade. Por isso, buscamos sempre essa qualidade em todas as produções, não somente as jornalísticas. Por exemplo, na cultura, temos um programa voltado apenas para tradição Gonzaguiana, outro voltado para Cinema, e outro para a produção local do Piauí e da capital”, diz.

Imersão nas plataformas online

Recentemente, a FM Cultura deixou de ser propagada apenas pelas ondas do rádio - na frequência 107,9 - para assumir espaços nas plataformas digitais. No site na Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) existe um streaming, pelo qual é transmitido o áudio da programação.

Além desse canal de comunicação, agora, a rádio tem um site próprio, com notícias locais, atualização permanente com possiblidade da realização de enquetes. “Inclusive, são através dessas enquetes que conhecemos o perfil do nosso ouvinte”, acrescenta Toni Rodrigues.

No site http://fmculturadeteresina.radio.br/ da rádio, a interação com os ouvintes também acontece por meio de um mural onde as pessoas podem pedir músicas e adicionar comentários sobre os programas. “Há ainda um espaço reservado para os ouvintes da semana, onde colocamos fotos, e também há um espaço para músicas de destaques, que tocam frequentemente na rádio”, informa o diretor.

Além do site, a rádio possui redes sociais, como Facebook. Twiter e Instagram, e um aplicativo que permite que a programação seja ouvida em qualquer lugar. A FM conta ainda com parceiros importantes, como a Oficina da Palavra, Ministério da Saúde e Agencia Rádio Web. “Tudo isso faz que com o site, impulsionado pela rádio, tenha uma quantidade boa de acessos. São entorno de 5 a 6 mil entradas por dia, o que eu acho considerável para o padrão local”, conclui.


Comentários