Educação

Firmino sanciona lei que reajusta os salários dos professores

O salário dos professores passou de R$ 2.455,36 para 3.630,82.
Fonte: Semec | Editor: Alinny Maria 16/02/2018 10:50
Dinheiro DinheiroFoto: Reprodução

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) acaba de sancionar o Projeto de Lei que concede o reajuste o reajuste salarial dos professores. O salário dos professores passou de R$ 2.455,36 para 3.630,82., o aumento foi de 6,81% e contempla docentes de primeiro e segundo ciclos, além de pedagogos.

A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semec). A Prefeitura garantiu aumento salarial com retroativo ao mês de janeiro.

O projeto de reajuste tramitou em regime de urgência e está em consonância tanto com a lei federal do piso do magistério quanto com o estatuto municipal do plano de cargos e salários da Rede. O novo salário inicial para os professores que trabalham 40h nas unidades de ensino da Prefeitura foi atualizado para R$ 3.630,82.

Segundo o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, o reajuste é uma das prioridades todos os anos e representa a política de valorização do magistério. “Enquanto muitos municípios estudam a possibilidade de conceder o reajuste, garantimos mais uma vez que o salário dos professores da Rede Municipal de Teresina esteja de acordo com piso nacional, com um ganho real e um valor acima da inflação”, anuncia.

Os professores receberão os valores reajustados no próximo contracheque, também com o retroativo do dia 1º de janeiro de 2018.

O reajuste é amparado pelas regras da Lei Federal nº 11.738/2008, que permite ao Ministério da Educação fixar o piso nacional do magistério para a Educação Básica.

Comentários