Cultura

Exposição com 200 obras celebra 120 anos de Di Cavalcanti

O público poderá ver, por exemplo, o quadro "Samba" (1927), que ficou fora do Brasil por quase 80 anos em posse de um diplomata mexicano
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 01/09/2017 08:26
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativaFoto: Reprodução

Um dos expoentes do modernismo no Brasil, o artista plástico Emiliano Di Cavalcanti (1897-1976), será homenageado com uma exposição, a partir deste sábado (2), com uma exposição retrospectiva de suas obras, na Pinacoteca em São Paulo. Cerca de 200 obras estarão expostas no museu.

Como lembrou o Guia da Folha de S. Paulo, além de conferir quadros raros, como "Samba" (1927), que pertenceu ao diplomata mexicano Luís Quintanilha e ficou fora do Brasil por quase 80 anos, o público será apresentado a charges e ilustrações que revelam áreas de atuação pouco conhecidas do artista.

A atuação política do carioca também é destacada na exposição. De acordo com o curador da mostra, José Augusto Ribeiro, ao fugir da representação do trabalhador como homem forte, o artista lutou para dar voz aos oprimidos.

"Ao retratar o operário deitado, Di Cavalcanti reivindica o direito ao descanso e à greve", diz.

SERVIÇO

Pça. da Luz, 2, Bom Retiro, região central, 3324-1000. Seg. e qua. a dom.: 10h às 17h30. Até 22/1. Livre. Abertura 2/9, 10h. Ingresso: R$ 6. Maiores de 60 anos, menores de 10 anos e sábado: Gratuito

Comentários