Cidade

Expedição encontra graves problemas nos rios de Teresina

Entre os principais problemas encontrados estão: dragas, responsáveis pela degradação dos rios
Fonte: Ascom OAB | Editor: Cintia Lucas 26/03/2017 14:36
Expedição ExpediçãoFoto: Divulgação

Expedição de navegação realizada neste domingo, 26, nos rios Poti e Paranaíba detectou graves problemas em toda a extensão deles. A iniciativa foi da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (CREA-PI) e faz parte da expedição náutica “Economize. Não espere a última gota”, em alusão ao Dia Mundial da Água, comemorado no dia 22 de março.

Entre os principais problemas encontrados estão: dragas, responsáveis pela degradação dos rios; esgotos; materiais poluentes como garrafas pet, pneus, dentre outros; e a maior presença das comunidades ribeirinhas que adentram os rios foram os maiores problemas detectados pelas instituições durante a expedição.

“A OAB já vem cobrando há algum tempo medidas, como a questão do saneamento básico. Se as providências não forem devidamente adotadas, vamos ajuizar uma Ação Civil Pública solicitando que a AGESPISA, o Estado e a Prefeitura de Teresina façam os investimentos necessários para que possamos ter os rios despoluídos, próprio para o consumo, para o banho, enfim, para todos os fins. Precisamos preservar nossos rios”, disse o presidente da OAB-PI, Chico Lucas.

Comentários