Educação

Ex-ministro, esposa e empregada são mortos a facadas

Piauí Hoje
Fonte: G1 01/09/2009 00:00 - Atualizado em 12/11/2016 10:27
O ministro aposentado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) José Guilherme Villela foi encontrado morto com a esposa e a empregada doméstica, nesta segunda-feira (31), em Brasília. A polícia suspeita de triplo homicídio.A polícia chegou ao apartamento de Villela, em uma área nobre de Brasília, no início da noite desta segunda. No apartamento, que fica no sexto andar, foram localizados três corpos em avançado estado de decomposição: o do ministro aposentado, o da mulher dele, a advogada Maria Villela, e o da empregada, identificada apenas como Francisca. Não havia sinais de arrombamento. A polícia ainda não sabe a causa das mortes, mas os corpos têm sinais de violência, possivelmente de facadas. De acordo com a delegada que investiga o caso, uma neta do casal disse que desde sexta-feira (28) os avós não eram vistos no escritório de advocacia da família. No início da noite dessa segunda ela não conseguiu contato por telefone. Chamou um chaveiro que abriu a porta do apartamento, encontrando os três corpos. Carreira Mineiro da cidade de Manhuaçu, Villela tinha 73 anos. Foi para Brasília nos anos 60. Foi procurador do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TC-DF), e, já na década de 80, ministro do TSE. Como advogado, atuou no caso Collor em 1992, e, recentemente, no processo do mensalão.

Comentários

Matérias Relacionadas