Saúde

Evangelina Rosa avança em reformas e ampliações de espaços

Reestruturação visa adaptar sua estrutura às necessidades de seus pacientes
Fonte: CCOM | Editor: Redação 08/11/2017 09:36
Maternidade Dona Evangelina Rosa Maternidade Dona Evangelina RosaFoto: Elis Pegado

Como parte do processo de transição em que a Maternidade Dona Evangelina Rosa vem passando, buscando adaptar sua estrutura às necessidades de seus pacientes, a Instituição realiza uma série de reformas e readequações de espaços. A exemplo dos 10 novos leitos de UTI’s neonatais, inaugurados no primeiro semestre deste ano, da primeira unidade de Farmácia Satélite da Casa implantada próxima ao Centro Cirúrgico como uma das estratégias para otimizar o atendimento, a “descentralização”. A segunda Farmácia Satélite, que funcionará da Ala D tem previsão para iniciar ainda este ano. Também na mesma ala já foi licitada uma reforma em toda sua extensão com piso, paredes e tetos novos.

Ao falar das mudanças estruturais, que se revertem em melhorias no atendimento, o diretor geral da Unidade Hospitalar, médico Francisco Macêdo, afirma que as obras realizadas fazem parte do processo de transição. “São ações básicas que estamos procedendo seguindo cronograma de metas elencadas no início da nossa gestão”, lembrou o diretor.

Segundo a arquiteta Nádia Teixeira, a Farmácia Central, também será reformada, assim como a Central de Materiais, que fica no segundo piso, no Centro Cirúrgico passará a funcionar no térreo, e como isso, maior espaço para construção de novos leitos. Ainda segundo profissional, está prevista uma grande reforma na admissão e setor administrativo, que darão lugar a cerca de 50 leitos. A ideia é que as alas sejam transformadas em locais exclusivamente para enfermarias “Como isso, a maternidade terá um novo acesso, uma nova admissão e uma nova área de entrada”, disse Teixeira adiantando que o setor administrativo funcionará fora da estrutura atual.

Os leitos da Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCO) também, Unidade de Cuidados Intermediários (UTIN) serão reestruturados.

Além dessas intervenções, a Maternidade tem passado por várias outras paralelamente, como mudança do piso do Centro Obstétrico que faz parte de um processo programado onde está sendo realizada uma intervenção preventiva do piso que é uma estrutura metálica revestida de com madeira e piso vinílico. As tábuas de madeira estão sendo substituídas bem como o piso.

Comentários

Matérias Relacionadas