Educação

Estudantes lançam foguetes construídos com material de sucata

Lançamentos aconteceram ontem, na UFPI
Fonte: Prefeitura de Teresina | Editor: Redação 01/09/2017 13:17
Foguetes construídos com material de sucata Foguetes construídos com material de sucataFoto: SEMEC

Alunos de quatro escolas municipais de Teresina que funcionam em jornada de tempo integral participaram de uma atividade que mescla diversão e aprendizado na área da astronomia. A turma visitou o planetário da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e lançou foguetes artesanais construídos por eles.

No mês de julho os professores participaram de oficinas no Centro de Formação Odilon Nunes, onde aprenderam a confeccionar pequenos foguetes a partir de material de sucata. O aprendizado foi levado para as escolas e os foguetes com maior potencial de lançamento participaram da grande final na UFPI. O objetivo é levar os melhores para competições nacionais em 2018.

O professor de matemática da Escola Municipal Eurípides Aguiar, Jackson de Oliveira, conta que o processo de fabricação despertou o interesse dos alunos. “Eles ficaram encantados, pois é uma atividade fora da rotina, algo prático, que mostra como aprender pode ser divertido. O mais interessante é ver que os que tiveram melhor desempenho foram os que antes apresentavam dificuldade de concentração durante as aulas. Lideraram equipes e aprenderam de forma significativa. Além da astronomia, aproveitei para aprofundar a matemática, trabalhando medidas, por exemplo”, comenta Jackson.

Rodrigo Ferreira, aluno do 8º ano, disse que a curiosidade e o desafio o motivaram a participar. “No começo achei muito estranha a ideia de montar foguete com garrafa pet, mas quis entender como ele decolava e acabei gostando. A competição também é legal, todo mundo quer fazer o que voa mais alto”, revelou.

Para a coordenadora das escolas de tempo integral da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Eliane Santos, a iniciativa é uma oportunidade de envolver os estudantes na astronomia, física e química. “Foguetes têm a ver com todas essas disciplinas, então é importante levar o aluno para uma experiência prática fora da sala de aula, onde ele conhece outro ambiente acadêmico e vivencia de fato o currículo integral, com uma atividade lúdica e certamente inesquecível para eles”, conclui.

Comentários