Política

Estado pode demitir 3.743 servidores que não se recadastraram

Essas pessoas vão ficar sem salário até regularizarem cadastro na Seadprev
Fonte: SeadPrev | Editor: Paulo Pincel 30/11/2017 14:45
O último servidor a fazer o recadastramento O último servidor a fazer o recadastramentoFoto: Paulo Pincel

Os 3.700 servidores estaduais que não fizeram a atualização cadastral obrigatória junto à Secretaria de Estado da Administração e Previdência não vão receber salário em dezembro e estão fora da folha de pagamento do Estado até regularizarem suas situações.

A partir da próxima segunda-feira (4/12), serão abertos os processos administrativos, quando esses servidores serão notificados via Correios para que compareçam à SeadPrev para se recadastrarem, sob pena de demissão por abandono de emprego. Os que fizerem a atualização serão reintegrados e vão ter ressarcidos os salários que deixaram de receber por não terem feito o recadastramento.

O secretário de Administração, Franzé Silva, avisou que a atualização cadastral é irreversível e será exigida do servidor público do Estado a cada dois anos de modo a eliminar de uma vez por todas com as irregularidades na principal despesa do governo, que é a folha de pagamento.

O Programa de Atualização Cadastral Bienal foi implementado por meio do decreto nº 17.017 de abril de 2017 com o objetivo de melhorar a gestão de recursos humanos e eficiência administrativa.

Secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva
Secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva

Comentários