Ciência & Tecnologia

Especialista destaca três fatores importantes sobre assinaturas digitais

É importante para isso não apenas a conexão com suas audiências, mas também uma política constante de avaliações
Fonte: Portal IMPRENSA | Editor: Da Redação 29/03/2019 07:32
Mídias digitais Mídias digitaisFoto: pixabay.com

Aumentar o número de assinantes digitais é um desafio que as empresas de mídia enfrentam todos os dias. O que esperar das taxas de conversão de assinaturas é uma pergunta que Trevor Kaufman, CEO da Piano, empresa que fornece tecnologia nesse setor, diz ouvir frequentemente de seus clientes.

Em postagem recente publicada no blog da International News Media Association (Inma), o executivo destacou três fatores que têm grande influência nesse processo.

O primeiro destaque feito pelo especialista é a necessidade de conhecimento e prática no mercado, Kaufman relata que as empresas que atualmente detém os melhores índices de assinaturas se dedicam a isso há pelo menos dez anos. Ele cita os exemplos do The New York Times, do Financial Times, da Amazon e outros.

É importante para isso não apenas a conexão com suas audiências, mas também uma política constante de avaliações para verificar as iniciativas que estão ou não funcionando para atrair assinantes. Comprometimento é outro fator relevante. Kaufman relata que, nove em cada dez de seus clientes obtêm melhores resultados a cada trimestre que permanecem com o plano. Além disso, é fundamental manter uma frequência de campanhas e ofertas para incrementar a base de assinaturas.

O segundo fator destacado pelo executivo é a compreensão da curva de preços, permitindo manter um equilíbrio entre os valores cobrados. Para que isso seja eficientemente realizado, não se deve tentar "adivinhar" o preço a ser cobrado, mas adotar metodologias confiáveis para definir esses valores.

Por fim, Kaufman chama atenção para um detalhe muito importante e por vezes pouco valorizado no mercado: a importância do envio aos assinantes de boletins informativos. Isso ajuda a incrementar a frequência de visitas dos assinantes e, logicamente, as taxas de retenção.

Comentários