Educação

Enem 2017: Nove mil especialistas corrigirão redações este ano

Esquema, que envolve transporte e entrega das provas, foi testado pelo Inep
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 22/10/2017 10:39
Redação RedaçãoFoto: Stoodi

Nove mil especilistas vão corrigir as redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017. Quando as provas forem entregues, no dia 5 de novembro, elas passarão por um esquema, testado na última quinta-feira (19), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação dos exames.

Os textos dos 6,1 milhões de inscritos na edição 2017 serão corrigidos por pelo menos duas pessoas. Caso haja diferença nas avaliações, um terceiro corretor lê o material e, se restarem dúvidas, uma banca de três professores discutirá o resultado.

Os 9 mil corretores serão coordenados pela Fundação Vunesp. O processo inteiro envolve ainda a Cesgranrio, Fundação Getúlio Vargas (FGV). Até chegar aos corretores, as redações passarão por por 19 mil funcionários dos Correios encarregados do transporte e entrega das provas.

Comentários

Matérias Relacionadas