Educação

Enem 2016 para privados de liberdade é adiado para 13 e 14 de dezembro

A informação foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) desta sexta-feira, 4 de novembro
Fonte: UOL | Editor: Redação 04/11/2016 12:56 - Atualizado em 14/11/2016 14:46
Enem 2016 Enem 2016Foto: Descomplica

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 para pessoas privadas de liberdade e jovens em medida socioeducativa tem nova data: 13 e 14 de dezembro. A informação foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) desta sexta-feira, 4 de novembro.

O Inep mudou o prazo que estava previsto para 6 e 7 de dezembro para adequar melhor a logística de aplicação do exame para quem está recluso. A precaução foi tomada porque mais de 240 mil participantes do Enem regular tiveram suas provas adiadas para os dias 3 e 4/12, o que deixaria os prazos muito próximos, levando em consideração a grande mobilização de transporte, colaboradores e medidas de segurança para que não tudo seja realizado sem maiores problemas.

Enem para privados de liberdade

O Enem para os privados de liberdade e os jovens que cumprem medidas da Justiça será aplicado nas unidades prisionais e socioeducativas. A indicação dos participantes foi feita pelos órgãos de Administração Prisional de cada estado. Só fazem parte do exame nas condições especiais os locais que firmaram o Termo de Adesão, Responsabilidades e Compromissos com o Inep.

Mais informações estão presentes no Edital.

Escolas ocupadas

Além das 304 escolas ocupadas que servem de locais de prova do Enem 2016, oInep anunciou nesta sexta-feira (4) o adiamento do exame em mais 60 instituições, incluindo universidade federais. O motivo é que novos estabelecimentos educacionais foram ocupados nos últimos dias, o que aumentou de 191 mil para mais de 240 mil estudantes a quantidade de estudantes que farão as provas em 3 e 4 de dezembro.

Com o adiamento, o Enem para os mais de 240 mil estudantes vai coincidir com mais de 20 vestibulares, o que pode atrapalhar os planos de muitos participantes.

Enem 2016

Para os participantes que não tiveram suas escolas ocupadas, o Enem 2016 permanece dentro do prazo previsto e começará às 13h de amanhã (5), no horário de Brasília. O primeiro dia será composto por 45 questões de Ciências Humanas e 45 de Ciências da Natureza. Já o domingo (6) trará 45 perguntas de Matemática, 45 de Linguagens e Códigos, além da Redação.

Houve a tentativa de adiamento geral do Enem por parte do Ministério Público Federal (MPF), no Ceará, com a justificativa de que aplicar provas diferentes e temas de redações distintos seria ferir o direito de isonomia (igualdade no tratamento dos estudantes), indo contra o caráter de igualdade que o exame prevê. No entanto, a Justiça negou o pedido na noite de ontem (3), mantendo a aplicação do Enem para este fim de semana.

Comentários