Municípios

Emgerpi e outros órgãos discutem soluções para preservar a Barragem do Bezerro

Semar e Polícia Ambiental irão retirar as cercas, animais e as pessoas que ocupam, de forma irregular, áreas de preservação.
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 23/03/2018 16:48
Foto FotoFoto: (Adriana Carvalho)

Nesta sexta-feira (23), representantes da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) e da Prefeitura Municipal de José de Freitas (PMJF) reuniram-se para discutir soluções que ajudem a preservar a Barragem do Bezerro, localizada no município de José de Freitas.

O objetivo do encontro, realizado na sede do MP-PI, foi estabelecer as estratégias que deverão ser adotadas para melhorar e ampliar a fiscalização e preservação da Barragem do Bezerro. A reunião foi dirigida pelo promotor do MP-PI, Sérgio Reis Coelho, que na ocasião representou o promotor de Justiça Flávio Teixeira, titular da 2ª Promotoria de Justiça de José de Freitas.

De acordo com o diretor-presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, a reunião serviu para definir alguns pontos. “A Semar, juntamente com a polícia ambiental, deverá fazer uma intervenção nas áreas do entorno da barragem, tendo como meta retirar as cercas, animais e as pessoas que ocupam, de forma irregular, as áreas destinadas para preservação ambiental”, disse.

Segudo Ricardo Pontes, ficou acertado que o Idepi vai enviar técnicos para analisar a estrutura da barragem. “Houve uma denúncia que muitas pedras foram retiradas das áreas de preservação. Através desse trabalho, o Idepi fará avaliação dos danos causados na barragem e também apontar as soluções que deverão ser tomadas”, descreveu.

Ao final do encontro, a Emgerpi pediu apoio do Ministério Público e da prefeitura de José de Freitas para convocar todos os barraqueiros para uma reunião, cujo objetivo principal será fazer eles compreender a importância de preservar as áreas da barragem, de não transformar as barracas em residências e estabelecer regras de utilização das áreas das barracas, etc.

Participaram da reunião, o secretário da Semar, Ziza Carvalho; o diretor-geral do Idepi, Geraldo Magela; e o prefeito de José de Freitas, Roger Linhares; o assessor jurídico da Prefeitura de José de Freitas, Wendell Elói; o secretário de Meio Ambiente do município, Fernando Freitas; e o secretário de Infra-estrutura de José de Freitas, Mauro Torres, o diretor de Regularização Patrimonial da Emgerpi, Leonardo Botelho, a assessora jurídica da Emgerpi, Mara Lilinne.

Comentários