Política

Elmano Férrer defende planejamento estratégico em segurança hídrica

O senador Elmano Férrer chamou atenção para as instituições que tradicionalmente tratam do tema e que estão reduzindo ao longo do tempo
Fonte: Ascom | Editor: Da redação 06/12/2017 16:50
Senador Elmano Ferrer Senador Elmano FerrerFoto: Ascom

O senador foi autor de requerimento para audiência pública que discutiu a transposição do rio Tocantins para o São Francisco, realizada nesta quarta-feira, no Senado Federal.

Durante audiência pública para discutir a transposição do rio Tocantins para o rio São Francisco nesta quarta-feira (06), o senador Elmano Férrer (PMDB-PI) defendeu a necessidade de um planejamento estratégico para área de segurança hídrica no país. Para o senador, a crise hídrica tomou uma dimensão ampla, atingindo vários estados e regiões, além da Região Nordeste, que sofre com a seca há décadas.

O senador Elmano Férrer chamou atenção para as instituições que tradicionalmente tratam do tema e que estão reduzindo ao longo do tempo, como a Superintendência do desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS). “A questão hídrica muito nos preocupa, especialmente o abastecimento humano no semiárido. E temos, de outro lado, as instituições como DNOCS e SUDENE agonizando”, afirmou o senador.

A audiência pública reuniu diversos órgãos e serviu para debater projetos de transposição do rio Tocantins para o rio São Francisco. Convidados como o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) e o consultor em recursos hídricos, Hypérides Macêdo, apresentaram alternativas de interligação entre o rio Tocantins e o rio São Francisco.

O debate aconteceu na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) e contou ainda com o diretor geral do DNOCs, Ângelo Guerra, superintendente de Planejamento de Recursos Hídricos da Agência Nacional de Águas (ANA), Sérgio Ayrimoraes, representante da Codesvasf, Renato Chaves, representante do IBAMA, Régis Pinto, coordenadora do Departamento de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, Adriana Lustosa, a ainda representante do Ministério da Integração Nacional, Rafael Oliveira.

Além dos projetos de engenharia para interligar as bacias, a discussão também girou em torno da necessidade de revitalização ambiental dos rios e do Plano Nacional de segurança Hídrica, elaborado pela ANA.

Bacia do Parnaíba

A Bacia do Parnaíba, a segunda mais importante da região Nordeste e genuinamente Nordestina, também foi tema de debate da audiência. O rio Parnaíba abrange quase a totalidade do Estado do Piauí, parte do Maranhão e uma pequena parte do Ceará, totalizando 280 municípios em uma área de 344.112 km².

O senador Elmano Férrer tem um projeto de Lei, que tramita no Senado Federal, com a finalidade de instituir normas gerais para revitalização da Bacia Hidrográfica do rio Parnaíba, já aprovado na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo.

--

Comentários