Educação

Educadores se preparam para ensinarem matemática de forma divertida

Mais de 65 educadores já passaram pelos encontros realizados este ano
Fonte: Prefeitura de Teresina | Editor: Redação 20/06/2018 15:23
Matemática MatemáticaFoto: Ultra Curioso

Entrar em sala de aula e lidar com os desafios do processo de ensino-aprendizagem é um dos trabalhos diários dos professores. Ao desempenharem essa tarefa, eles se veem diante de diversas questões: “Como ensinar melhor aquele conteúdo que os alunos têm dificuldade de aprender?”. “Que atividades propor a fim de atrair a atenção das crianças?”. Para apoiar os educadores nessa missão, a Prefeitura de Teresina promove oficinas que os preparam para inovar em sala de aula.

Os professores de matemática do 1º ano do ensino fundamental, por exemplo, estão sendo capacitados pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) para aprimorarem suas práticas no ensino do conteúdo. Mais de 65 educadores já passaram pelos três encontros realizados este ano no Centro de Formação Odilon Nunes. Durante as oficinas, são apresentadas dicas de atividades práticas que podem ser realizadas facilmente com a turma. A ideia é que o professor se aproprie melhor dos conteúdos e das metodologias para garantir que os alunos também aprendam mais.

“Nossos encontros respondem diretamente muitas inquietações dos professores e abrem portas para outras reflexões, contribuindo para seu desenvolvimento profissional”, explica a formadora de matemática Celina Batista. Segundo ela, esse tipo de encontro ajuda a lembrar que apesar do trabalho ser baseado no alcance de metas, os alunos são crianças e precisam de atividades lúdicas para aprenderem. “A exploração de materiais concretos e esse apoio direito ao professor são fundamentais para o sucesso da Rede”, declara Celina.

Para a professora Andréa Carla Pereira, as oficinas de matemática trazem inspiração para as aulas. “As oficinas são um frescor para nosso desejo de fazer mais pelos nossos pequeninos em sala de aula”, afirma. A professora conta que se surpreendeu ao conhecer no encontro um novo material. “Não conhecia o Cuisenaire, algo que posso levar para a aula e mostrar as teorias matemáticas na prática, de forma palpável. Também aprendemos a confeccionar materiais e utilizar a criatividade”, finaliza.

Comentários