Política

Dos 10 deputados piauienses, 5 declaram voto para livrar Temer

Três declararam voto contra Temer; dois não revelaram voto mas devem votar contra a denúncia
Fonte: Da Redação 01/08/2017 14:02
Deputados declararam voto contrários a denúncia que pede afastamento e investigação de Temer Deputados declararam voto contrários a denúncia que pede afastamento e investigação de TemerFoto: Divulgação

Nesta quarta-feira (02), a Câmara dos Deputados vota a denúncia apresentada pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer (PMDB) por crime de corrupção.

Dos 10 deputados piauienses, 5 já declararam que vão votar contra a denúncia. São eles: Átila Lira (PSB), Heráclito Fortes (PSB), Iracema Portella (PSB), Júlio Cesar (PSD) e Mainha (PP).

Declararam votar a favor do prosseguimento da denúncia: Assis Carvalho (PT), Rodrigo Martins (PSB) e Silas Freire (Podemos). Não declararam votos Paes Landim (PTB) e Marcelo Castro (PMDB), mas espera-se, pelo posicionamento dos partidos, que votem contrários a denúncia.

Votação

A denúncia contra o presidente foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base em gravações e na delação dos donos do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS. O empresário Joesley Batista gravou uma conversa com o presidente, em março, no Palácio do Jaburu, que gerou a denúncia. O presidente nega ter cometido ilegalidades e sua defesa deve repetir os argumentos apresentados à CCJ, de que não há provas e que a denúncia se baseia em ilações dos procuradores.

Nesta quarta-feira (2), a votação será aberta quando pelo menos 342 dos 513 deputados registrarem presença em plenário. Rodrigo Maia decidiu adotar esse critério para evitar questionamentos futuros na Justiça. A exemplo do que aconteceu no impeachment da presidente Dilma Rousseff, a votação será nominal e aberta (no microfone). Para que a acusação da PGR siga adiante, são necessários 342 votos contrários ao parecer da CCJ que livra Temer da denúncia.

Comentários

Matérias Relacionadas